Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.
Quarta-feira, 20 de Outubro de 2010
Debaixo da tília...

 

... morreram projectos e nasceram sonhos,

 

... enterrei ideias e surgiram luzes,

 

... perdi fortuna e recebi tesouros,

 

... revelaram-se os falsos e salvaram-se os verdadeiros,

 

... esqueci a saudade e apareceu o desejo,

 

... perdi-me ...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E encontrei-me!

 

 



publicado por maria mendonça às 07:50
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De Jorge Soares a 20 de Outubro de 2010 às 08:45
Se a tília falasse ....

belo post, gostei.

Joorge


De maria mendonça a 24 de Outubro de 2010 às 18:04
É verdade, se esta tília falasse???
Teria alguns segredos para revelar...
beijos


De António A. a 20 de Outubro de 2010 às 15:48
Lindo! Dizer que gostei não será tão importante... mas o chá de tília é um lenitivo para alguns males e achaques, daí não espantar a inspiração sob os seus galhos.
É sublime encontrar no texto o que não foi dito nem escrito... não é verdade?.
António A.


De maria mendonça a 24 de Outubro de 2010 às 18:08
Olá António
Seja bem vindo!
Eu adoro chá, devo ter uma costela inglesa, muito distante... e o de tília também gosto.
Quanto ao texto, está coberto de razão, às vezes não precisa de estar escrito... para nos fazermos entender.
beijos


Comentar post

posts recentes

O Regresso....

8 anos de Blog...

Hoje, Eclipse Lunar

Chegou o Verão...

Associação Casa da Crianç...

Crumble com Pêra...

Simplesmente, rosas....

Por que hoje é Domingo...

Ilha flutuante em chocola...

Tempura de Bacalhau com P...

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
Visitantes da Quinta
PageRank
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim