Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.
Segunda-feira, 23 de Setembro de 2013
Receita Base de Polenta

O meu fascínio pela gastronomia italiana surgiu há muito tempo. É uma culinária muito rica, variada, mediterrânea, muito semelhante à nossa. Têm, ambas, por base o azeite, azeitonas, tomates, pimentos, ervas de cheiro, vinho, pão, massas fermentadas, farinhas e sêmolas, etc.

No século XVI, o milho passou a ser conhecido no nordeste de Itália e depressa se tornou um alimento básico na alimentação, a partir daí a polenta passou a estar presente na mesa a  todas as refeições. A polenta é basicamente uma sêmola de trigo cozida, que depois serve de base na confecção de vários pratos.

Existem três tipos de polenta: a clássica polenta amarela (foi a que fiz), polenta branca, feita com farinha de milho clara e a polenta negra, feita com trigo sarraceno.

Inicialmente, colocarei a receita base da polenta e posteriormente irei acrescentar várias receitas.

 

 

125g de sêmola de milho

3/4 litro de água

sal

 

Numa panela leve a cozer uma pitada de sêmola de milho na água temperada com sal. Quando a água começar a ferver, deite lentamente a sêmola restante, sem parar de mexer. Mexa tanto mais energicamente, quanto mais consistente estiver a polenta. Se, entretanto se formarem grumos, desfaça-os com um garfo. Reduza o lume e deixe cozer cerca de 30minutos, mexendo sempre.

Esta é a parte essencial da receita, não se pode parar de mexer e quando a massa fica mais grossa e muito quente, formam-se bolhas ao ferver que rebentam e podem espirrar. Muito cuidado para não se queimarem.

A polenta está pronta quando a polenta se começa desprender de uma crosta que se forma no fundo da panela. Deite-a numa tábua de trabalho e alise-a com uma faca.

Enquanto estiver quente, a polenta corta-se com um fio, quando arrefecer corta-se com uma faca. Esta deixei arrefecer. 



publicado por maria mendonça às 12:00
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Margarida a 23 de Setembro de 2013 às 15:27
Já percebi porque é que a minha polenta ficou menos bem cozeu em pouco tempo!
Obrigada pela dica!
Bjs


De maria mendonça a 27 de Setembro de 2013 às 23:44
Ela demora algum tempo a cozer e o difícil é estar sempre a mexer quando ela fica mais grossa. Nos fim dos 30 minutos já me doía o braço e fiz apenas 125g , se for mais, pior será...


De rabiscos a 25 de Setembro de 2013 às 15:04
Já fiz diversas tentativas em gostar de polenta, mas ainda não consegui.
Acho a textura muito estranha e o sabor não é dos que mais me agrada, porém a da tua foto está apetitosa.
Vou insistir uma vez mais!!!
Bjs.
Marbarroso


De maria mendonça a 27 de Setembro de 2013 às 23:47
Esta serviu apenas de base a outras receitas que fiz posteriormente. Admito que a polenta simples, não sabe a nada...
O interessante é usar como base para outras receitas. Irei colocar duas que fiz.
beijos


De rabiscos a 28 de Setembro de 2013 às 10:36
Ficarei a aguardar. Bem haja.
Bjs. Bom fim de semana


Comentar post

posts recentes

O Regresso....

8 anos de Blog...

Hoje, Eclipse Lunar

Chegou o Verão...

Associação Casa da Crianç...

Crumble com Pêra...

Simplesmente, rosas....

Por que hoje é Domingo...

Ilha flutuante em chocola...

Tempura de Bacalhau com P...

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
Visitantes da Quinta
PageRank
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim