Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.
Quarta-feira, 25 de Junho de 2008
Canteiro dos cheiros

Na continuação de um post  anterior sobre ervas de cheiros, coloco hoje mais ao pormenor, o que já consta do canteiro dos cheiros. Ficam a faltar as fotografias da salsa e do loureiro.

 

      Alecrim                            Erva do caril 

                 

 

        Tomilho                          Hortelã ou Menta

                  

 

 



publicado por maria mendonça às 10:57
link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De cenourita a 26 de Junho de 2008 às 04:00
Hummm... até apetece passar a mão por cima só para sentir o agradável cheirinho de cada uma destas ervas aromáticas :)


De maria mendonça a 29 de Junho de 2008 às 00:27
cenourita
O caril é um condimento que utilizo às vezes. Desconhecia de onde vinha, quando me falaram desta erva, bastou cheirá-la para entender que era mesmo de caril, tem um cheiro forte.
Quanto às outras vão servir para temperos. Gosto de atar um raminho com várias (dependendo do prato) e colocá-lo no refogado das carnes depois retiro, antes de servir . A maior parte das vezes, as pessoas gostam muito mas não descobrem a que sabe a comida. Aqui fica um dos segredos...
beijos


De 1000íris a 26 de Junho de 2008 às 16:58
Quem me dera cheira-las para ver se passava este calor abafado.

Linto o teu cantinho aromático


De maria mendonça a 29 de Junho de 2008 às 00:32
íris
Depois de uns problemas informáticos, só de pude responder hoje, que já é fim de semana. O canteiro ainda não está terminado. Faltam mais algumas, o cheirinho já se sente. E para refrescar deste tempo quente, nada melhor que um refresco de hortelã. Uma delícia. beijos


De jesp a 27 de Junho de 2008 às 00:22
Quando tenho algum tempo passo por aqui...
Parece que, de repente voltei aos meus tempos de garoto que vivia no campo e gostava de ver os ninhos ,de mergulhar no tanque na horta do meu avô
... Hoje tenho uma quinta, tenho piscina, tenho quase tudo...mas não tenho tempo. Parabéns por gostar do que faz


De maria mendonça a 29 de Junho de 2008 às 01:09
Olá Jesp
Para dizer a verdade, praticamente eu nunca vivi no campo, excepto quando visitava os meus avós no interior transmontano. Mas eu adorava andar de burro, fazer a vindima e comer as uvas às escondidas, as uvas e o resto da fruta... Os tempos mudaram e os miúdos de agora só se deixam-se fascinar por coisas muito mais elaboradas, porque não aprenderam a gostar das coisas simples. É isto que eu quero deixar de herança aos mais novos. Não faz mal gostarmos de Playstation , mas devemos continuar a apreciar as andorinhas nas suas piruetas, como fazem cá em casa nesta altura.
Quanto ao tempo, realmente, é necessário dedicação. Alguns fins de semanas são passados a arrancar ervas, mas quando vejo as laranjas a crescer ou os maracujás fico duplamente contente por saber que fui eu que cuidei deles. É uma forma de aliviar o stress do trabalho, quando chego a casa a primeira coisa que faço é percorrer as árvores e os canteiros para ver como estão e se há flores novas, passado pouco tempo já nem me lembro se vinha chateada com algo. Se tiver 15 minutos diários, experimente, para mim é a melhor terapia...
Esta resposta já vai longa, obrigada pela visita e pelo comentário.


Comentar post

posts recentes

O Regresso....

8 anos de Blog...

Hoje, Eclipse Lunar

Chegou o Verão...

Associação Casa da Crianç...

Crumble com Pêra...

Simplesmente, rosas....

Por que hoje é Domingo...

Ilha flutuante em chocola...

Tempura de Bacalhau com P...

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
Visitantes da Quinta
PageRank
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim