Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008
Dias cinzentos...

Apesar de estarmos no Outono e de lá fora existirem folhas com cores maravilhosas, para mim parece que estamos no Inverno!!

Com a mudança da hora os dias parecem mais curtos, a temperatura desceu e os casacos compridos  já desceram do sótão, pois ontem de manhã, estavam 9ºC. Estivemos em alerta amarelo por causa das fortes rajadas de vento, muitas coisas tiveram que ser  retiradas do jardim para evitar estragos. Ontem à noite, não resisti e acendi a lareira, pareceu-me Inverno.  

Nem me apetece escrever, tal o Inverno que sinto!

Mas desenganem-se que não é a meteorologia que me faz sentir assim, mas o clima que se vive nas escolas.  Os pedidos de reforma aumentaram imenso, entendo perfeitamente quem se quer vir embora. Assim não podemos continuar a dar aulas e quem pode sair e abandonar a escola, está a fazê-lo. Como eu os entendo.

Depois de saber que  Conselho Executivo da Escola Básica 2, 3 de Santa Maria, em Beja, demitiu-se "saturado" com casos de violência, de saber que inúmeros  docentes  se organizam em abaixo-assinados e moções dirigidos aos Conselhos Pedagógicos,   escolas que suspendem o processo de  avaliação em busca de esclarecimentos, o que espera a Ministra para vir dar a cara? Para explicar a todos o que anda a correr mal, ou prefere continuar a dizer que o processo de avaliação avança sereno e que todas as escolas estão a trabalhar?

Em vez disso saiu a notícia que "Quase todas as escolas do básico tiveram média positiva nas provas nacionais", eu também sei como fazer para os meus alunos terem bons resultados na minha avaliação, mas eu prefiro que seja por mérito deles. Facilitismo nas avaliações, exames e afins, são uma forma de enganar os alunos, os pais e este modelo de  avaliação que o Ministério adoptou. Trabalhar para a estatística, para o número, para mostrar bons resultados parece ser o lema deste governo, enganando as pessoas com Magalhães e migalhas.

A data da manifestação aproxima-se e não me parece haver entendimento entre nós, os professores andam divididos, aparentemente, pois a luta é de todos. Apesar de ter anteriormente apelado a uma manifestação no dia 15, estarei na do dia 8, pois do Norte a Lisboa ainda são muitos quilómetros e só poderei estar numa. Temos de ser racionais, deixar o orgulho e caminhar todos lado a lado. Entendo e subscrevo o Apelo efectuado por Paulo Guinote, João Madeira e Constantino Piçarra, deve ser feita uma concentração de esforços na luta que é comum a todos, por um ensino de excelência, uma escola pública de qualidade e por uma profissão nobre, digna e  reconhecida.

 

Uma reflexão de uma professora cansada, desiludida e profundamente aborrecida com tudo.

 



publicado por maria mendonça às 10:18
link do post | comentar | favorito

posts recentes

O Regresso....

8 anos de Blog...

Hoje, Eclipse Lunar

Chegou o Verão...

Associação Casa da Crianç...

Crumble com Pêra...

Simplesmente, rosas....

Por que hoje é Domingo...

Ilha flutuante em chocola...

Tempura de Bacalhau com P...

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
Visitantes da Quinta
PageRank
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim