Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.
Terça-feira, 16 de Dezembro de 2008
O meu Presépio

Sendo eu natural de Trás-os-Montes, Natal é sinónimo de presépio. Ainda não há muito tempo, eu e os meus primos ansiavamos pelo Natal e chegados a casa dos meus avôs, deitavamos mãos à obra na sua construção. Corriamos pelos campos na busca do melhor e maior musgo. Ao adulto que nos acompanhava cabia-lhe a tarefa de nos arranjar o pinheiro. Eram dias frios, mas nem isso nos fazia desistir da importante tarefa. O local dele dentro da casa era estratégico, sempre na entrada e em cima de uma mala muito velhinha, começavamos sua elaboração. Desembrulhavamos as figuras com muito cuidado mas sendo nós crianças, às vezes aconteciam azares e nos últimos anos já havia algumas sem umas lascas. Em relação ao Menino Jesus, escondiamo-lo até à meia noite do dia 24 e só nessa altura um de nós o colocava na caminha de palhinhas. Para nós o Seu nascimento era um acontecimento importante. 

Apesar de agora nem sempre ir a Trás-os-Montes, não deixo de manter a mesma tradição. Em minha casa não pode haver Natal sem presépio. O presépio foi comprado já há uns anos e foi difícil de encontrar, mas tinha de procurar o mais parecido com a minha infância. Já pensei em aumentar as figuras mas não tenho encontrado mais. Para mim presépio é este, com os pastores, as ovelhas, os Reis Magos, a vaca, o burro, Nossa Senhora e São José e o Menino. Se ainda me lembro do da minha avó faltam-me duas figuras: o galo que colocavamos em cima da cabana e o anjo da guarda que penduravamos na árvore.

Até a cadela já se acostumou a ele. Nos primeiros dias andou de volta de uma ovelha. Ia sempre buscar a mesma mas depois lá deve ter entendido que não era para mexer e agora pode ficar sozinha na sala que não lhe toca.
 

 

  

 



publicado por maria mendonça às 12:09
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De kiko_julho_2005 a 16 de Dezembro de 2008 às 18:29
Que giro!!! Os meus bonequinhos são iguais... aqui na aldeia ainda se encontra destas coisas. Não tenho tantos porque não tinha espaço para tudo, apenas 24 e um cão. É que o meu kiko decidiu por bem meter um cão também.
Beijinhos


De maria mendonça a 17 de Dezembro de 2008 às 23:37
Olá
Foi com dificuldade que encontrei estas, apesar de várias pessoas terem iguais. No dia em que as vi comprei quase o que havia na loja. É bastante tradicional mas eu gosto assim.
beijos


Comentar post

posts recentes

O Regresso....

8 anos de Blog...

Hoje, Eclipse Lunar

Chegou o Verão...

Associação Casa da Crianç...

Crumble com Pêra...

Simplesmente, rosas....

Por que hoje é Domingo...

Ilha flutuante em chocola...

Tempura de Bacalhau com P...

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
Visitantes da Quinta
PageRank
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim