Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.

Terça-feira, 14 de Abril de 2015
Ilha flutuante em chocolate...

Chocolate, chocolate e chocolate... para quem gosta nunca é demais. Quem resiste a esta Ilha Flutuante em Chocolate? 

Uma fusão entre as famosas farófias, chocolate e caramelo, receita fácil, rápida, um sabor divinal e uma apresentação fantástica.

Uma pequena resalva, o resultado final não é uma mousse de chocolate, a consistência é mais líquida.

Farofa em chocolate

 

Farofa em chocolate

 

170g de chocolate, usei Nestlé chocolate caramelo

500ml leite

2 ovos

1 colher de chá de farinha

caramelo líquido q.b.

raspas de chocolate q.b.

 

Numa panela, em lume brando derreta o chocolate partido em pedaços com o leite. Mexa regularmente, até obter uma mistura homogénea. Depois de derretido, retire do lume e deixe arrefecer um pouco.

Numa tigela, misture as gemas e a farinha. Adicione lentamente o leite com chocolate morno (para as gemas não cozerem e talharem) e leve de novo ao lume, cerca de 5 minutos, mexendo sempre. Coloque nos recipientes de servir e leve ao frigorifico.
Bata as claras em castelo firmemente.  Faça pequenas bolinhas e coloque-as num prato. Coza as claras no microondas cerca de 30 segundos a 900w. Depois de frias acrescente as claras ao chocolate, derrame caramelo e por fim, umas raspas de chocolate. 



publicado por maria mendonça às 12:10
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Sábado, 29 de Março de 2014
Semifrio de Lima

Promessas são sempre para cumprir... Abri o apetite no post anterior? 

Aqui, fica a receita, Semifrio de Lima, bem fresquinho para os dias quentes que se aproximam....

A avaliar pela reação de quem provou, estava uma delícia...

 

 

 

 

2 pacotes de natas, bem frias

1 lata de leite condensado

5 folhas de gelatina transparente

5 limas

1 pacote de bolachas com pepitas de chocolate, usei chipmix

meio pacote de bolachas maria

1 colher de cacau

100 g de manteiga sem sal amolecida

 

Começa-se inicialmente pela base de baixo. Rala-se os dois tipos de bolachas numa picadora ou à mão, mistura-se com a manteiga derretida e forra-se o fundo de um aro. Depois bate-se as natas, bem frias e junta-se o leite condensado. Mistura-se tudo muito bem e junta-se o sumo das limas e a raspa de duas limas. E por último as folhas de gelatina dissolvidas, estas devem ser previamente colocadas em água fria, depois de escorridas e ligeiramente aquecidas no microondas com duas colheres de natas para derreterem e incorporarem-se melhor na mistura. Deita-se esta mistura dentro do aro e leve-se ao frigorifico até solidificar. Para enfeitar,  no final pode colocar umas rodelas de lima, que deve reservar anteriormente e algumas raspas da mesma. 



publicado por maria mendonça às 13:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)

Segunda-feira, 7 de Outubro de 2013
Polenta com Bacalhau e Pimentos

Mais uma polenta, mas desta vez com o nosso fiel amigo, o Bacalhau...

Aproveitando os legumes da época tomates cereja e pimentos.

 

Polenta fria (ver receita)

1 cebola pequena

1 posta de bacalhau escaldada em leite

Meio pimento vermelho

Alguns tomate cereja

Azeitonas

Azeite, pimenta e sal q.b.

Salsa picada

 

Aqueça o azeite numa frigideira e aloure ligeiramente a cebola cortada em finas meias luas. Junte os pimentos cortados em cubos pequenos.  Deixe cozinhar um pouco e acrescente o bacalhau desfiado, as azeitonas laminadas e os tomates cereja inteiros. Tempera de sal e pimenta, a gosto, deixe apurar um pouco mais e desligue. Como o bacalhau já está quase cozido, este refogado é muito rápido a fazer, é um saltear de legumes.  Corte rodelas de polenta e coloque-as num grelhador, para marcarem e aquecerem.

Para a montagem do prato, coloque da rodelas de polenta no prato e acrescente a mistura do bacalhau, generosamente, em cima. Polvilhe com salsa picada e sirva de imediato.



publicado por maria mendonça às 11:45
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 3 de Outubro de 2013
Polenta com camarão e cogumelos

Os dias têm sido muito preenchidos, mas finalmente, a receita da Polenta com camarão e cogumelos. A dificuldade esteve em fazer a polenta, depois de pronta e fria, fazer as receitas que tinha planeado foi o mais simples, pois bastou acrescentar algo em cima.

 

Polenta fria (ver a receita)

Camarões cozidos e descascados

Cogumelos (ver nota)

Vinho branco

Azeite, pimenta e sal q.b.

Salsa picada

 

Aqueça azeite numa frigideira e aloure ligeiramente os camarões. Junte os cogumelos laminados e acrescente um pouco de vinho branco. Tempere a gosto. Corte rodelas de polenta e coloque-as num grelhador, para marcarem e aquecerem.

Para a montagem do prato, coloque a polenta no prato, coloque dois ou três camarões em cima e os cogumelos. Acrescente algum molho. Polvilhe com salsa picada.  

 

Nota: Eu usei cogumelos portobello, porque era os únicos que tinha, mas o molho ficou de cor escura. Parece-me melhor, usar os cogumelos brancos.



publicado por maria mendonça às 11:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)

Quinta-feira, 5 de Setembro de 2013
Oh Mama mia.... Risotto de Polvo

Eu adoro a gastronomia italiana... tem qualquer coisa de especial, que eu nem sei explicar. O risotto é uma das minhas receitas favoritas, para a maioria das pessoas é apenas arroz. Mas para mim é uma delícia, a forma como é cozinhado, mexendo sempre acrescentando o caldo aos poucos, em lume brando, no fim, um pouco de parmesão, um aroma...

Oh mama mia!

1/2 kg de polvo cozido

água onde o polvo cozeu

1 cebola pequena picada

200g de arroz arbóreo

50g queijo ralado parmesão

azeite q.b.

sal q.b.

salsa picada q.b.


Quando cozer o polvo, reserve a água da cozedura, pois vai servir como caldo para a confecção do risotto.

Numa panela, leve a cebola picada a refogar com o azeite, até ficar tenra. Adicione o arroz, deixe absorver a gordura. De seguida, junte um pouco da água onde o polvo cozeu, mexendo constantemente até o arroz absorver o líquido todo. E repita este processo, até o arroz ficar "al dente" e com um aspecto cremoso, cerca de 20 a 30 minutos. Rectifique os temperos. (Como o caldo do polvo já tinha sal, eu não juntei mais nenhum) Já no final da confecção, acrescente o polvo cortado às rodelas e envolva muito bem. Retire do lume e acrescente o queijo ralado.

Sirva de imediato, bem quente e polvilhado com salsa.

 

Note: Como opção pode, guardar algum polvo, para fazer o empratamento final. Eu utilizo salsa, porque gosto, mas podem ser coentros.



publicado por maria mendonça às 11:30
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sexta-feira, 30 de Agosto de 2013
Tarte de Limão com Framboesas

O prometido é devido, a receita da Tarte de Limão com Framboesas.

Óptima, para este tempo quente e causar uma boa sensação nos convidados, ela é 5*! 

 

 

 

400g de massa quebrada

4 ovos

100g de açúcar

meio limão

3 folhas de gelatina

sal q.b.

150g de framboesas

100ml de natas

1 colher de açúcar

 

Numa forma untada e polvilhada com farinha de 30cm, estenda a massa e pique-a com um garfo. Coloque uma folha de papel vegetal em cima dela e alguns feijão e leve ao forno cerca de 20min a 30min. Os feijões servem para fazer peso e a massa crescer uniformemente, é um pequeno truque culinário.

Separe as gemas das claras e junte às gemas o sumo de limão e o açúcar. Leve este preparado em banho-maria cerca de 8min, é importante mexer sempre, até ficar um creme homogéneo e mais grosso. Esta é a operação mais delicada, para as gemas não cozerem rapidamente e o creme ficar com grumos, mantenha o lume médio e não pare de mexer.

Amoleça as folhas de gelatina em água fria, quando ficarem moles, escorra-as e adicione ao creme ainda morno, para ficarem bem incorporadas, mexa bem o creme e deixe arrefecer.

Bata as claras em castelo, juntando uma pitada de sal. E quando o creme estiver arrefecido, acrescente as claras em castelo, delicadamente. E por fim, com cuidado, incorpore as framboesas inteiras, a este creme. Deite este preparado na base da massa, que já deve estar arrefecida, leve ao frigorífico, para solidificar um pouco, enquanto prepara o chantilly.

No fim, faça o chantilly com as natas e o açúcar e cobra ligeiramente a tarte.

Decore a gosto com rodelas, ou casquinhas de limão, coloque no frigorifico. Esta tarte deve ser servida bem fria. 



publicado por maria mendonça às 13:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Terça-feira, 13 de Agosto de 2013
Folhado de bacalhau com sapateira

Hoje, algo mais elaborado, para um jantar especial....

Esta é uma receita do "Tio Herman", do humorista  Herman José. É uma receita dos livros que ele lançou, receitas que ele fazia num programa em direto.

4 lombos de bacalhau demolhado
massa folhada
carne de sapateira (usei delicias em forma de lagosta da Pescanova)
2 dentes de alho
meia chávena de azeitonas verdes
2 colheres da sopa de manteiga
leite q.b.
2 colheres da sopa de natas
1 colher da sopa de parmesão ralado
1 colher da sopa de farinha
meia chávena de vinho branco
1 folha de louro
1 gema para pincelar
sal e pimenta q.b.
Coza, ligeiramente, as postas de bacalhau em leite a ferver temperado com uma folha de louro, sal e pimenta. Retire as postas e deixe arrefecer bem. Quando estiverem frias, corte as postas em duas partes, no sentido horizontal.
Numa frigideira, derreta a manteiga e os dentes de alho picados, não deixar queimar. Deixe alourar um pouco e junte a carne de sapateira ou as delícias picadas, as natas, as azeitonas picadas e o queijo. Mexa bem e engrosse este preparado com uma colher de sopa de farinha desfeita no vinho branco. Tempere com sal, pimenta e noz moscada a gosto.
Numa folha de massa folhada bem estendida, coloque uma posta de bacalhau, recheie com a massa da sapateira e coloque a outra parte do bacalhau em cima. Feche a massa folhada como se fosse um travesseiro. Vire as juntas para baixo e pincele o folhado com uma gema de ovo.
Leve ao forno, pré-aquecido a 180º até a massa folhada cozer e ficar dourada.
Sirva de imediato com uma salada ou um esparregado.


publicado por maria mendonça às 11:45
link do post | comentar | favorito

Sábado, 22 de Junho de 2013
Bifes com Molho Roquefort

A culinária não tem estado parada... o que acontece é mesmo a falta de tempo para partilhar as receitas.

Há uns dias sobrou-me um pouco de queijo roquefort. Nem todas as pessoas gostam deste queijo, é um queijo francês com veios azul-esverdeados, bem curado, de sabor forte e um odor acentuado. Habitualmente, é consumido ao natural, mas decidi utiliza-lo num molho para preparar uns bifes.

Claro, eu adorei... mas só aconselho a quem gosta desse tipo de queijo.

 

4 bifes de novilho 

meio iogurte natural

1 chávena de café de vinho branco

2 colheres de sopa de queijo philadelphia

1 colheres de sopa de cebola ralada

2 colheres da sopa de queijo esmagado

fio fio de azeite

sal e pimenta a gosto 

 

Começa-se por preparar uma pasta com que depois se irão barrar os bifes. Juntam-se todos os ingredientes, o iogurte, vinho, os dois queijos e a cebola. Tempera-se esta mistura apenas com pimenta, a gosto, não utilizei sal, porque o queijo tem já algum.

Sela-se dos dois lados o bife numa frigideira bem quente com pouco azeite, temperando com pouco sal.  Barram-se os bifes com a pasta e recolocam-se na frigideira em lume muito brando, apenas para cozinhar, engrossar o molho e os bifes tomarem o gosto, ter em atenção para não deixa queimar. Serve-se com batatas fritas, para saborear no rico molho.

 

 



publicado por maria mendonça às 14:00
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2013
Cogumelos Portobello no Forno

Os cogumelos estão na lista dos meus ingredientes culinários favoritos, podem ser recheados, em risotto, como acompanhamento de um bom molho,  simplesmente adoro. Depois de desfolhar o primeiro livro do Ingrediente Secreto, do chefe Henrique Sá Pessoa, esta receita prendeu-me a atenção e não resisti a experimentar. Aconselho a quem gosta de queijo Roquefort, caso contrário, substituam esse queijo por outro.

Apenas fiz uma pequena alteração, juntei pedacinhos de presunto ao preparado do cogumelo. 

 

3 cogumelos portobello

meia cebola

2 dentes de alho

75 gr queijo roquefort

1 ramo de alecrim

1 ramo de tomilho

flor de sal q.b.

pimenta q.b

azeite q.b.

 

Retire o pé aos cogumelos. Reserve um cogumelo  Portobello e coloque os outros dois num recipiente próprio para ir ao forno, com a base ao contrário. Tempere-os com azeite, flor de sal, pimenta, alecrim e tomilho. No plano de trabalho, lamine o Portobello reservado, 2 dentes de alho e pique meia cebola. Junte tudo numa frigideira com azeite. Frite tudo e retire para um prato. Recheie os 2 Portobello com o preparado. Coloque o queijo Roquefort no topo do recheio. No final, junte um fio de azeite e leve ao forno durante cerca de 10 minutos a uma temperatura de 200º. Retire e sirva.

Receita retirada do programa Ingrediente Secreto.



publicado por maria mendonça às 10:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2012
Risotto de Urtigas com Lulas

 

Urtigas, comem-se? Pois é, algo estranho urtigas...

Este risotto é biológico e muito rápido de fazer, servi acompanhado de umas lulas grelhadas, mas poderia ter sido uma carne.

A receita segui as instruções da embalagem. 

 



publicado por maria mendonça às 11:11
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 28 de Novembro de 2012
Chamuça de alheira em cama de cogumelos
Alheira e cogumelos... combinação perfeita!

1 alheira

2 folhas de massa brick

3 cogumelos portobello

1 colher de azeite

bacon picado ou presunto q.b.

sal q.b.

 

Divida a alheira em pequenos pedaços. Corte as folhas brick com uma tesoura em duas ou três tiras. Coloque a alheira, numa das pontas e embrulhe-a seguindo a forma de triângulo, como se faz com as chamuças. Leve ao forno quente, para dourar, seguindo as instruções da massa.

Salteie os cogumelos laminados, bacon com o azeite, retifique o tempero a gosto. 

Para empratar, coloque uma cama generosa de cogumelos e a chamuça em cima. Sirva bem quente.



publicado por maria mendonça às 11:20
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 26 de Novembro de 2012
Bombons de castanha...
Comemorar a vida com os amigos, agradecer sempre a quem está ao nosso lado, tanto aos presentes como aos ausentes. 

Estes bombons de castanha são uma forma de agradecimento pelo vosso apoio incondicional...

300g de puré de castanha

150 g de chocolate preto em barra

150 g de açúcar

40 g de manteiga

1 dl de natas

brandy ou conhaque q.b.

chocolate granulado ou cacau em pó 

 

Amoleça o chocolate partido em pedaços em banho-maria, juntamente com a manteiga. Retire do lume e acrescente as natas, o brandy, o açúcar e o puré de castanha. Misture tudo muito bem, até ficar uma mistura homogénea. Coloque no frigorifico para endurecer um pouco.

Para terminar, forme pequenas bolinhas que se passam em chocolate granulado ou cacau em pó. Conserve no frigorifico atá a hora de servir.



publicado por maria mendonça às 10:30
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 5 de Novembro de 2012
Risotto de Espargos com Salmão Fumado

Os risottos são, sem sombra de dúvida, uma das minhas receitas favoritas. O risotto de cogumelos é para mim dos melhores.  Esta semana, experimentei este de espargos com salmão fumado, superou as minhas expectativas, simplesmente fabuloso! 5*

1 embalagem de espargos verdes frescos

1 cebola pequena picada

200g de arroz arbóreo

1 copo de vinho banco

50g de salmão fumado

queijo ralado parmesão

shot vodka

azeite q.b.

sal q.b.

manteiga


Comece por preparar os espargos, retirando a parte fibrosa branca e corte-os ao meio no sentido horizontal e em pedaços mais pequenos. Numa panela com água a ferver e algum sal, dê-lhes uma fervura. Aqui, vou explicar um truque utilizado na cozinha, para que os espargos fiquei bem verdinhos, quando cozidos, quando estiverem no ponto de cozedura, retire-os e coloque-os de imediato em água fria com gelo. Esse choque térmico, permite que parem de cozer e fiquei com uma cor verde. Reserve a água da cozedura, pois vai servir como caldo para a confecção do risotto.


De seguida, faça saltear o salmão cortado em pedaços com um pouco de manteiga e a vodka e reserve.

Numa panela, leve a cebola picada a refogar com o azeite, até ficar tenra. Adicione o arroz, deixe absorver a gordura e acrescente o vinho branco, mexendo sempre até absorver. De seguida, junte um pouco da água de cozer os espargos, mexendo constantemente até o arroz absorver o líquido todo. E repita este processo, até o arroz ficar "al dente" e com um aspecto cremoso, cerca de 20 minutos. Rectifique os temperos. Já no final da confecção, acrescente os espargos, o salmão e envolva muito bem. Retire do lume e acrescente o queijo ralado.

Sirva de imediato, bem quente. 

Note: Como opção pode, guardar algum salmão e espargos, para fazer o empratamento final.



publicado por maria mendonça às 11:30
link do post | comentar | favorito

Sábado, 27 de Outubro de 2012
Linguine al Nero di Seppia com camarão, lulas e manga
Tal como o prometido, depois do Spaghetti Picante mais uma receita das massas Milaneza, realmente uma verdadeira tentação capaz de encher os corações...
 
 
 

400 g Linguine al Nero di Seppia

200 g de camarão descascado

160g de lulas pequenas

100g de manga não muito madura aos cubos

20g de cebola roxa picada

2 dentes de alho

1 dl de azeite

200ml de leite

20g de cebolinho picado

30g de farinha

óleo para fritar 

sal q.b.

 
Coloque as lulas em leite e deixe  marinar pelo menos 6 horas no frigorífico. Coza a massa segundo a indicação na embalagem. Salteie os camarões com um fio de azeite e os alhos esmagados ainda com casca (para dar sabor e não queimarem); não se deixe cozinhar por mais de um minuto. Escorra bem as lulas, passe-as por farinha, frite em óleo bem quente e de seguida coloque-as em papel absorvente. Tempere com um pouco de sal. Retire os camarões da frigideira e acrescente um pouco da água da cozedura da massa e azeite. Junte a massa ao preparado, envolva e acrescente os camarões. Para finalizar, junte a manga, a cebola roxa, o cebolinho e as lulas fritas. Sirva de imediato.
 
Nota: Esta é a receita que está na embalagem da massa, mas eu alterei-a ligeiramente. Em vez das lulas, usei pérolas de lulas. Não as fritei com farinha, apenas as salteie juntamente com os camarões.  
 


publicado por maria mendonça às 15:15
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 17 de Outubro de 2012
Charlote de Figo

De regresso ao blog.

Com a esperada Charlote de Figo...  Como uma imagem vale mais que mil palavras, aqui está ela. Simplesmente linda!

Desta vez, as fotografias não são da minha autoria, cortesia do primo S.

7 folhas de gelatina

500g de figos frescos

150g de açúcar

4 dl de natas

1 embalagem de palitos la reine

algumas folhas de hortelã, opcional

 

Comece por demolhar as folhas de gelatina em água fria. Escolha dois figos para a decoração final e reserve. Corte os restantes figos ao meio e com ajuda de uma colher retire-lhes a polpa. Junte à polpa, 1 dl de água e o açúcar e leve ao lume para engrossar. Escorra a gelatina e incorpore neste preparado, ainda quente. Deixe arrefecer, um pouco. Entretanto, bata as natas até ficarem firmes e adicione-as também. Escolha uma forma alta e coloque uma círculo de papel vegetal no fundo. Forre as paredes da forma com os palitos e preencha com o preparado de figo. Leve ao frigorifico até solidificar.

Desenforme cuidadosamente. Decore com os figos reservados e algumas folhas de hortelã e sirva. 

 
 


publicado por maria mendonça às 10:45
link do post | comentar | favorito

posts recentes

Ilha flutuante em chocola...

Semifrio de Lima

Polenta com Bacalhau e Pi...

Polenta com camarão e cog...

Oh Mama mia.... Risotto d...

Tarte de Limão com Frambo...

Folhado de bacalhau com s...

Bifes com Molho Roquefort

Cogumelos Portobello no F...

Risotto de Urtigas com Lu...

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
Visitantes da Quinta
PageRank
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim