Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.

Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2016
8 anos de Blog...

8 anos de blog... Boas memórias...

2922 dias, 872 posts, 1445 comentários, 27 reações, 478 000 visitantes....

São apenas números, o mais importante são os amigos que fiz com este Blog....

Escrevo estas linhas com muita vontade de retomar, recheada de boas ideias, fantásticas fotografias e excelente receitas...

Lembrança de doces momentos...

memorias

 

 

 



publicado por maria mendonça às 19:08
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 18 de Março de 2015
Sobre a vida....

Hoje, deixo de lado a culinária, para escrever algumas verdades sobre a vida. Juntamente com a culinária, a fotografia e a jardinagem, os filmes são outro passatempo... bons filmes.

Aproxima-se a data da estreia do segundo filme sobre  o "The Best Exotic Marigold Hotel", um ótimo filme sobre a Índia, mas na realidade  é muito mais do que isso. É sobre tudo, sobre ensinamentos para todos os dias, o  prazer de viver, a importância da felicidade, não nos tornarmos amargos e vermos as cores da vida...

"O único verdadeiro fracasso é o fracasso de tentar, e a medida do sucesso é a forma como lidar com a decepção. Mas também é verdade que a pessoa que não arrisca nada, não faz nada, não tem nada. Tudo o que sabemos sobre o futuro é que ele vai ser diferente. Mas talvez o que tememos é que ele vai ser o mesmo. Portanto, temos de comemorar as mudanças. "

"Tudo vai ficar bem no final, por isso, se ele não está bem, não é o fim."

Aconselho, vivamente a ver com olhos bem abertos...

 

 

 

 

 



publicado por maria mendonça às 12:10
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 5 de Junho de 2014
Os sonhos...

 

"O mundo está nas mãos dos que têm coragem de sonhar, de correr o risco de viver seus sonhos"

 

Paulo Coelho


publicado por maria mendonça às 10:18
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Segunda-feira, 6 de Janeiro de 2014
6 anos de Blog...

Dia de aniversário do blog e seis anos já passaram...

Como decidir se continuo ou termino este blog? Como se decide terminar um blog?  Como se faz? E o que existirá depois desse dia?

A Quinta da Ribeira, casa de campo na qual vivi e que deu origem ao nome deste blog não existe mais... por isso, fará sentido continuar?  

Será que o objectivo e o propósito com que iniciei o blog, continuarão, depois desta mudança?

2014, ano novo, vida nova, casa nova... Blog novo? Quem sabe... 

Em meditação...

 

 



publicado por maria mendonça às 11:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Sexta-feira, 27 de Dezembro de 2013
Farol da vida...

No caminho da vida, que nunca nos falte a luz que nos guia...

 



publicado por maria mendonça às 11:31
link do post | comentar | favorito

Domingo, 8 de Dezembro de 2013
Bom domingo

Onde a terra acaba e o mar começa...

Quando o sol se põe e a lua nasce...



publicado por maria mendonça às 14:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 11 de Abril de 2013
A vida é...

“A vida não é justa, mas ainda é boa.
Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo passo, pequeno.
Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato.
Pague o total de seus cartões de crédito, nunca o mínimo.
Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.
Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.
É bom ficar zangado com Deus, Ele pode suportar isso.
Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.
Quanto a chocolate, é inútil resistir.
Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.
Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que é a jornada deles.
Respire fundo. Isso acalma a mente.
Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre..
Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.
Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.
Use os lençóis bonitos, use roupa chic. Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.
O órgão sexual mais importante é o cérebro.
Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você.
Enquadre todos os assim chamados “desastres” com estas palavras ‘Em cinco anos, isto importará?’
Sempre escolha a vida.
O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo.
Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.
Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.
Acredite em milagres.
Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.
Envelhecer ganha da alternativa — morrer jovem.
Suas crianças têm apenas uma infância.
Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou.
Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.
Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os dos outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta.
A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
Acredite, o melhor ainda está por vir.
Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça.
Produza!
A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente.”

Regina Brett





publicado por maria mendonça às 10:30
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2013
Primeiro, procure o amor....

14 de Fevereiro, o famoso dia dos namorados...

O amor é bom, quando é amor verdadeiro e esse deve ser celebrado todos os dias, e não só nesta data. Cada dia que passa mais acho, que  este dia é cheio de rituais vazios, puro marketing e comércio, jantares a dois cheios de silêncios, flores sem qualquer significado, lembranças adquiridas sem amor, mensagens sem sentimento... 

Neste dia, deixo-vos um pequeno texto retirado de um livro, sobre relacionamentos entre homens e mulheres... para ler e meditar! 


“Estar apaixonada é maravilhoso, sabemo-lo todas. É uma experiência intensa e enriquecedora. Precisamente por isso é espantoso descobrir quantas mulheres desistem dessa aventura para se fixarem numa obsessão idêntica: agarrar um homem com o único objetivo de ter no dedo uma aliança- simbólica ou real-, o mais depressa possível. Ainda que a relação não seja exatamente um mar de calma e felicidade; ainda que por vezes, se sintam incompreendidas e infelizes; ainda que os jantares nos restaurantes estejam cheios de silêncios. Não importa, é preciso formalizar a relação, é preciso pôr a coleira. Não há tempo a perder.

No entanto, o amor não se mede unicamente pela subserviência do compromisso, embora nos sentíssemos mais seguros se assim fosse. Basta dar uma olhadela em redor para perceber que o mundo está cheio de pessoas presas em relações infelizes, sejam elas um mau namoro, um casamento lamentável ou uma tensa relação de convivência. Homens e mulheres infelizes que perguntam repetidamente se fora das suas vidas existirá algo de diferente, mas que não têm a coragem necessária para sair e descobrir. A mulher para esses homens, e o homem, para essas mulheres são apenas um seguro, um suporte, uma amarga tábua de salvação.

Perder um homem que se ama profundamente é muito doloroso. Mas não gostar do homem que se tem ao lado ou amá-lo e não ser correspondida é muito, muitíssimo, pior. 
Por isso, procure o amor e depois crie um compromisso, mas faça-o por esta ordem."

Penélope Parker



publicado por maria mendonça às 14:15
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2013
Para que o arrependimento nunca chegue...

Os primeiros dias de um novo ano podem servir para meditar sobre nós, levantarmos questões, fazermos balanços sobre o nosso caminho e a nossa vida... Parar por um momento, olhar para trás e analisar as escolhas, será que valeu a pena? Fizemos algo importante? Ajudamos alguém? O que fizemos adiantou? As nossas decisões fizeram sentido? Fomos felizes ou fizemos os outros felizes?

E do pensamento nascem outras dúvidas, valerá a pena ficarmos quietos ou mudar de atitude para conquistar o que mais amamos, sofreremos mais percorrendo caminhos desconhecidos, poderemos ser ainda mais felizes...

Partilho convosco um vídeo sobre os maiores arrependimentos das pessoas antes de morrer, para que a partir do dia de hoje, não cometermos os mesmos erros...

Vamos aproveitar este recomenço, para começar a mudar, para que a nossa vida faça sentido, e quando a nossa hora chegar não tenhamos qualquer tipo de arrependimento, mágoa ou cobrança…

Vamos então, seguir a intuição e o coração, seremos certamente mais felizes!

 "Hoje estamos aqui, amanhã seremos uma página na história. Um dia, tombaremos na solidão de um túmulo e ali não haverá aplausos, dinheiro,  bens materiais"

 

 Principais arrependimentos:

1. Ter CORAGEM de viver uma vida fiel a mim mesmo e não a vida que os outros esperavam de mim.

2. Não ter TRABALHADO tanto.

3. Ter tido CORAGEM de expressar os meus SENTIMENTOS.

4. Ter mantido contacto com os meus AMIGOS.

5. Ter me deixado ser FELIZ.

 

 



publicado por maria mendonça às 10:45
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2012
Feliz Natal


Desejo a todos os visitantes deste blog, um Santo Natal rodeado dos que mais amam, com muita saúde, amor e união. Desejo que nas vossas casas reine a paz, o perdão, harmonia e a alegria. Que esta época de Natal seja um data para renovar esperanças e sonhos.
Feliz Natal!


publicado por maria mendonça às 17:30
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2012
Make a Wish...


Engraçado, isto das datas e dos números... Com a entrada no novo milénio, passamos por muitas datas semelhantes à do dia de hoje, 01.01.01; 02.02.02;...mas o que tem esta data de especial 12.12.12? Este dia é o último deste género nos próximos anos, só daqui a 89 anos teremos o dia, o mês e o ano com números iguais e será 01.01.2101. Quantos de nós ainda estarão cá?

Por isso, às 12h, 12m, 12s, peça um desejo, experimente, quem sabe se a sorte estará hoje do seu lado?!

"O mundo está nas mãos dos que têm coragem de sonhar de correr o risco de viver seus sonhos"

Paulo Coelho


publicado por maria mendonça às 12:12
link do post | comentar | favorito

Domingo, 28 de Outubro de 2012
Os segundos, minutos, horas, dias... O Tempo

Na obra de Lewis Carroll, Alice no país das Maravilhas, no inicio Alice vê o Coelho Branco de colete, carrega um relógio de bolso e parece estar muito atrasado para alguma coisa, dizendo "Ai, ai! Ai, ai! Vou chegar atrasado demais!" (o que na hora Alice não acha espantoso), e em seguida tira um relógio de bolso de seu colete, o que chama a atenção de Alice e a faz correr atrás dele até a toca, começando assim a bela história.

 

Essa bela invenção do mundo moderno, o Relógio. Os relógios estão em todo lado, em casa, no carro, na rua, no nosso pulso, tic, tac, tic, tac...

Vivemos numa sociedade ansiosa, stressada, a correr sem tempo para coisa nenhuma... sempre atrasados! Somo capazes de desperdiçar o nosso tempo em situações que não terão o mínimo valor para nós no futuro e esquecemo-nos de viver os momentos mais importantes.

Alguma vez gastou o seu tempo a observar o entardecer,  o brilho das estrelas ou está demasiado ocupado? O importante não é a quantidade de tempo que temos, mas o que fazemos do nosso tempo, é a sua qualidade!  Espero que o seu trabalho, as tarefas, as rotinas e os seus compromissos sociais, não lhe retire tempo para si, para contemplar as coisas belas, que lhe são oferecidas todos os dias, de forma gratuita. Aproveite, cada dia!  

 

Não esquecer de atrasar os relógios uma hora, chegamos à hora de inverno.  

 

Alice questiona o coelho: "Quanto tempo dura o eterno?" e o coelho responde-lhe: "As vezes, apenas um segundo."

 



publicado por maria mendonça às 18:33
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 25 de Outubro de 2012
Folha...

Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali.
A princípio não te vi: não soube

que ias comigo,
até que as tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo.


 

Plabo Neruda

 



publicado por maria mendonça às 11:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 20 de Setembro de 2010
Morrer lentamente...

"Morre lentamente quem não viaja,quem não lê ,quem não ouve musica,quem não encontra graça em si mesmo.

Morre lentamente quem destrói o seu amor próprio ,quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito ,repetindo todos os dias o mesmo trajecto,quem não muda de marca , não se arrisca a vestir uma nova cor , ou não conversa com quem não conhece.

Morre lentamente quem faz da televião o seu guru.

Morre lentamente quem evita uma paixão,quem prefere o negro sobre o branco,e os pontos sobre os iss em detrimento de um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho nos olhos, sorrisos dos bocejos,corações aos tropeços e sentimentos.

Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho , quem não se permite pelo menos uma vez na vida fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva que cai incessante

Morre lentamente quem abandona um projecto antes de iniciá-lo , não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não respondem quando lhe indagam sobre algo
que sabe.

Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples fato de respirar."

Martha Medeiros

Pablo Neruda

 

Tinha de partilhar, simplesmente fabuloso!

Uma lição de vida, parece simples mas não o é, mas todo o ser humano deve tentar ser feliz e nunca baixar os braços.

Por vezes, temos de trilhar os caminhos mais tortuosos e menos sensatos, em busca da nossa felicidade e nunca, nunca desistir.

Como diz um grande amigo, andamos todos atrás do mesmo, lutamos para nos sentirmos bem e  sermos felizes. Simples, não é? ;)

 



publicado por maria mendonça às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009
Na meditação...

 

"Em vão procuramos a verdadeira felicidade fora de nós, se não possuímos a sua fonte dentro de nós."
( Marquês de Maricá )

É  bem verdade quem procura, desesperadamente, e de forma obstinada a felicidade fora de si, seja pela conquista de  pessoas ou pela posse de objectos, nunca a encontra. Conseguem viver a vida iludidos e mergulhados na total infelicidade. 



publicado por maria mendonça às 09:33
link do post | comentar | favorito

posts recentes

8 anos de Blog...

Sobre a vida....

Os sonhos...

6 anos de Blog...

Farol da vida...

Bom domingo

A vida é...

Primeiro, procure o amor....

Para que o arrependimento...

Feliz Natal

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
Visitantes da Quinta
PageRank
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim