Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.

Segunda-feira, 25 de Maio de 2015
Crumble com Pêra...

Segunda-feira, algo doce... 

Crumble com pêra e uma rica bola de gelado, para encher a alma.

Boa semana...

 

Pera com crumble e gelado

 1 ou 2 pêras

1 pau de canela

1 limão

3 colheres de açucar

1 bola de gelado, a gosto

100g de biscoitos digestivos esmagados

2 colheres de sopa de manteiga derretida

 

Coloque as pêras numa panela média com a raspa de limão, o açúcar e o pau de canela, acrescente a água e leve a ferver cerca de por 10 minutos.

Misture as bolachas com a manteiga derretida.

Retire as pêras do líquido, deixe arrefecer ligeiramente e fatie a pêra em tiras com largura de 1 centímetro.

Utilize um aro de 7 cm para a montagem no prato, coloque as fatias de pêra delicadamente e cubra com a mistura de biscoito, pressionando levemente. Remova cuidadosamente o anel.

Coloque uma bola de gelado em cima e sirva de imediato

Pera com crumble e gelado

 



publicado por maria mendonça às 11:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 9 de Abril de 2015
Tecolameco

Tecolameco ou Teco Lameco, nome estranho, para uma sobremesa maravilhosa...

IMAG2686.jpg

A doçaria conventual portuguesa é de uma riqueza ímpar, habitualmente, confeccionada nos conventos, com grandes quantidades de  gemas e açúcar, terá tido origem no século XV.

Este doce típico da região do alentejano, é uma espécie de toucinho do céu, com amêndoas.

Não fui eu que o elaborei, mas é fácil encontrar receitas na net, para quem quiser experimentar, aqui, aqui ou aqui.

Este servido no restaurante das Varandas de Alter, em Alter do Chão, com a simpatia habitual, estava divinal... 



publicado por maria mendonça às 12:10
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Março de 2015
Pudim de Coco

Domingo, hoje algo doce... Pudim de Coco.

Quase todos conhecemos um pudim flan antigo da marca El Mandarin, apresenta-se  numas caixinhas azuis pequenas, conheço-as desde de criança. Andei a investigar e estranhamente, nada tem de chinês, é um produto de uma empresa portuguesa em Almada e estão no mercado há mais de 40 anos.

Estes pudins são fáceis de confeccionar, não são muito fortes, nem têm muito açúcar, o que se traduz numa enorme vantagem.

Apesar de eu não ser amante de pudins, às vezes, faz-me falta algo doce e foi dessa necessidade que fiz este pudim esta semana.  

Pudim de cocô

1 saqueta Pudim Flan Mandarin

3 colheres de açúcar

300ml de leite

200ml  leite de coco

3 colheres da sopa de coco ralado

Caramelo líquido q.b. 


Misture o conteúdo da embalagem do pudim com o açúcar, dissolva com o leite de coco e o leite normal. Coloque ao lume até engrossar. No final, adicione o coco ralado, e verta a mistura numa forma caramelizada. Leve ao frigorifico para arrefecer.

 



publicado por maria mendonça às 12:20
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2015
Flor de Chocolate

 

Gastronomia portuguesa ao mais alto nível...

Confeccionar, empratar e servir é uma arte.  Os cheiros, os sabores e o aspecto visual devem ser uma surpresa.

Esta sobremesa, prima pela criatividade, a arte no seu melhor... 

Pelas mãos do Chef Joaquim de Sousa, no Restaurante Ipsylon, o desabrochar de uma flor de chocolate.

 

 



publicado por maria mendonça às 12:01
link do post | comentar | favorito

Sábado, 29 de Março de 2014
Semifrio de Lima

Promessas são sempre para cumprir... Abri o apetite no post anterior? 

Aqui, fica a receita, Semifrio de Lima, bem fresquinho para os dias quentes que se aproximam....

A avaliar pela reação de quem provou, estava uma delícia...

 

 

 

 

2 pacotes de natas, bem frias

1 lata de leite condensado

5 folhas de gelatina transparente

5 limas

1 pacote de bolachas com pepitas de chocolate, usei chipmix

meio pacote de bolachas maria

1 colher de cacau

100 g de manteiga sem sal amolecida

 

Começa-se inicialmente pela base de baixo. Rala-se os dois tipos de bolachas numa picadora ou à mão, mistura-se com a manteiga derretida e forra-se o fundo de um aro. Depois bate-se as natas, bem frias e junta-se o leite condensado. Mistura-se tudo muito bem e junta-se o sumo das limas e a raspa de duas limas. E por último as folhas de gelatina dissolvidas, estas devem ser previamente colocadas em água fria, depois de escorridas e ligeiramente aquecidas no microondas com duas colheres de natas para derreterem e incorporarem-se melhor na mistura. Deita-se esta mistura dentro do aro e leve-se ao frigorifico até solidificar. Para enfeitar,  no final pode colocar umas rodelas de lima, que deve reservar anteriormente e algumas raspas da mesma. 



publicado por maria mendonça às 13:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)

Terça-feira, 26 de Novembro de 2013
Algo muito simples... queijo e marmelada

Por vezes, necessitamos de uma sobremesa e a mente leva-nos a receitas elaboradas e trabalhosas. Frequentemente, esquecemos as mais simples, como é o caso desta sugestão.

No realidade, nem existe receita, apenas queijo com marmelada. Pode ser uma sobremesa ou uma entrada, para petiscar enquanto aguardamos os restantes convidados para um jantar. Neste caso, sugiro que que se cortem em pedaços mais pequenos presos com alguns palitos.

Mas há um pormenor a ter em atenção, estes produtos devem ser de boa qualidade, de preferência caseiros. Tal como é o caso desta marmelada e no caso do queijo, utilizei queijo de cabra fresco do Algarve. É dos meus preferidos mas, reconheço que nem toda a gente aprecia, mas pode ser utilizado outro.

 

Atualização: Afinal esta sobremesa tem nome, confesso que desconhecia, Romeu & Julieta. 

 



publicado por maria mendonça às 11:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 11 de Novembro de 2013
Folhado de figo com queijo chevre

Hoje quebro a tradição e apesar de ser dia de São Martinho, não falarei de castanhas, nem do pipinho, nem do vinho. Em vez disso, apresento algo doce, para alegrar o inicio da semana, sempre difícil para quem trabalha e também para quem procura trabalho. Infelizmente, cada vez mais neste retângulo à beira mar plantado...

Uma sugestão fácil de sobremesa: Folhado com doce de figo e queijo chévre 

massa folhada

compota de figo, de preferência caseira

Queijo chévre cortado às rodelas

mel q.b.

 

Corte a massa folhada em quadrados pequenos, coloque uma colher de chá de compota e sobreponha outro quadrado de massa folhada. Em cima coloque uma rodela de queijo chévre e regue com um pequeno fio de mel.

Leve ao forno, pré-aquecido, o tempo necessário para cozer a massa folhada, de acordo com as instruções da embalagem.

Sirva norma.

 

Nota: Esta sobremesa fi-la há algum tempo, andava meia esquecida nos arquivos, o que recordo foi que a massa folhada não cresceu muito. Habitualmente dupllica ou triplica de espessura, mas esta ficou assim, baixinha. 



publicado por maria mendonça às 11:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 7 de Novembro de 2013
Strudel de Maçã com Gelado

Agora, que os dias mais frios estão a chegar...

Apfelstrudel é uma sobremesa austríaca, mas é mundialmente conhecida por Strudel.  Basicamente, o Strudel é um folhado de maçã com frutos secos. Quando tenho muitas maçãs, faço várias vezes esta sobremesa. Neste dia, não tinha massa folhada e usei várias folhas de massa filo, pinceladas com margarina, ficou com menos gordura e mais estaladiça.  Para acompanhar, servi juntamente uma bola de de gelado e polvilhei com canela.

 

2 colheres de sopa de margarina
2 colheres de sopa de açúcar amarelo
4 maçãs grandes ligeiramente acidas, descascadas e cortadas em pedaços pequenos
algumas passas, nozes picadas ou amêndoas
canela q.b.
3 folhas de massa filo ou massa folhada
margarina para pincelar as folhas
Numa frigideira, comece por derreter a margarina, junte os pedaços das maçãs e deixe cozinhar até ficarem transparentes. Adicione, as passas e os frutos secos a gosto, o açúcar e a canela. Retire do lume, deixando arrefecer um pouco, enquanto prepara as folhas de massa filo.
Estenda a primeira folha sobre um plano de trabalho e pincele com alguma margarina derretida, sobreponha a segunda e repita o procedimento até terminarem. Coloque as maçãs numa ponta no sentido horizontal, a cerca de três centímetros da beira. Vire as beiras da direita e esquerda para dentro, para prender a maçã e comece a enrolar até ao fim das folhas. O strudel enrola-se como um crepe chinês mas maior. Pincele com margarina e faça três ou quatro cortes na diagonal da massa até ao interior, para deixar sair o vapor quando cozinhar no forno, como se vê na imagem de baixo.
De seguida, vai ao forno num tabuleiro untado com manteiga, o tempo necessário para ficar dourado, seguindo as instruções da embalagem.
Pode ser servido, quente ou frio, com uma bola de gelado, com creme de baunilha ou simplesmente polvilhado com açúcar ou canela. 


publicado por maria mendonça às 10:30
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 28 de Outubro de 2013
Bolo Nega Maluca

O Bolo Nega Maluca é um bolo muito popular no Brasil, país do café e chocolate...  

O nome é tem uma história bastante original e remonta aos tempos de escravidão, em que uma escrava com problemas cognitivos fazia um delicioso bolo de chocolate e que acabou sendo conhecido como "Bolo da Nega Maluca". 

Se gostam de chocolate, não deixem de experimentar, é uma verdadeira delicia.

 

 bolo:

2 chávenas de chá de açúcar
2 chávenas de chá de farinha de trigo
1 chávena de chá de chocolate em pó
1 chávena de chá mal cheia de óleo
3 ovos
1 colher de chá de fermento em pó
1 chávena de chá de água 

1 pitada de sal

 

molho
3 colheres de sopa de leite
3 colheres de sopa chocolate em pó
1 colher de sopa de manteiga
3 colheres sopa de açúcar

 

Separe as gemas e as claras. Bata as gemas com o açúcar até ficar um creme esbranquiçado e adicione o óleo. Desfaça o chocolate na água e acrescente com cuidado às gemas. Bata as claras em castelo com uma pitada de sal. No final, acrescente ao preparado das gemas,  a  farinha misturada com o fermento alternando com as claras em castelo.
Unte um tabuleiro com manteiga e polvilhe com farinha. Coza  num forno pré-aquecido. Para verificar se o bolo está cozido usar um palito, quando o palito sair completamente seco, retire imediatamente.
Para confeccionar o molho, leve ao lume todos os ingredientes, deixe que derretam e misture muito bem. Quando engrossar, regue o bolo ainda quente com o molho também quente. Sirva o bolo na própria forma. Pode conserva-lo no frigorifico.
Nota: Habitualmente, eu gosto deste bolo bastante húmido, por isso costumo fazer o dobro da receita para o molho.  


publicado por maria mendonça às 11:10
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quinta-feira, 15 de Agosto de 2013
Crepes

Sobremesa versátil, tanto de inverno como de verão.... os crepes.

Os crepes são sempre um sucesso. Podem ser servidos como entrada, prato principal ou sobremesa, simples ou recheados, doces ou salgados, feitos com farinha normal, com farinha integral, desde os famosos crepes chineses até ao crepe suzette, as variedades são imensas.

 

 

 Receita mais simples:

1 ovo

1 copo de leite

1 copo de farinha

1 colher chá de azeite

sal q.b.

 

Deite a farinha num recipiente e coloque uma pitada se sal. Junta-se o ovo, misture tudo muito bem, acrescentando o leite para diluir os ingredientes. Trabalhe com um batedor de arame até obter uma massa lisa e no final acrescente o azeite. Deixe repousar uma meia hora.

Unte muito pouco o fundo de uma frigideira antiaderente com óleo. Deite a massa suficiente para cobrir o fundo da frigideira. Deixe fritar um pouco, em lume médio e quando estiver corado, vire com muito cuidado. Esta parte requer alguma prática mas depois de algumas tentativas torna-se num processo simples, esqueçam as cenas cinematográficas de atirar o crepe no ar {#emotions_dlg.sarcastic}...

 

Outra receita:

250g farinha

2 ovos

1 copo de leite

3 colher de chá de licor

raspa de limão ou laranja 1 colher se sopa de manteiga derretida

pitada de sal

 

Receitas de crepes:

Crepe salgado com presunto



publicado por maria mendonça às 11:04
link do post | comentar | favorito

Sábado, 10 de Agosto de 2013
O calor aperta.... Gelado de Laranja Creme

Esta é uma sobremesa da minha infância. Quando o tempo aquecia este gelado existia sempre no congelador. Por estes dias, deu-me uma saudade e resolvi fazê-lo.  É muito simples, rende bastante, não é muito calórico, pois não usa lei condensado, nem natas... e aguenta-se umas semanas no congelador.

 

 

1 chávena e meia de chá de leite

1 colher de sopa de gelatina em pó

6 ovos

2 laranjas

1 colher de sopa de farinha maizena

250g de açúcar

sal q.b.

 

Esprema muito bem o sumo às laranjas. Num tacho misture a gelatina com 150g de açúcar e a maizena, junte depois as gemas, sumo das laranjas e mexa muito bem. Adicione o leite, dissolva tudo bem e leve ao lume mexendo sempre, em lume brando, até ferver. Retire do lume e deixe arrefecer. (Eu costumo colocar dentro de um recipiente com água fria, para ser mais rápido)

Bata as claras em castelo com um pouco de sal, e quando estiverem firmes, junte-lhes as 100g de açúcar aos poucos, sem parar de bater. Misture-as depois ao creme arrefecido, envolvendo delicadamente. Verta numa forma do bolo inglês, uma forma rectangular e guarde no congelador até solidificar. Se desejar, na hora de servir, desenforme e decore com rodelas de laranja.

É sucesso garantido!



publicado por maria mendonça às 12:30
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 3 de Agosto de 2012
Tripla Maravilha
 

 

Primeiramenteuma confissão, esta receita é da minha amiga "blogueira" Cenourita, autora do blog A Tasca da Cenourita, não da minha autoria. Num dia de muito calor, em que nenhuma sobremesa agradava, depois de ver as imagens tão apeteciveis, não resisti e tive que experimentar.

A gula é um pecado capital!!! 

Chama-se Tripla Maravilha, sigam o link e encontram a receita. Muito simples, à base de bolacha de chocolate, iogurte grego e morangos... uma verdadeira delícia.

 

 



publicado por maria mendonça às 17:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 30 de Agosto de 2011
Souflé frio de figo

Depois do Souflé de manga e laranja, chegou o Souflé frio de figo! Pois é, chegou a época deles...

Recebi os primeiros figos e como é uma fruta que não dura muito tempo, depois de fazer uma compota, ainda sobraram uns para o souflé. Ficou divinal! Uma sobremesa 5*, recomendo.

 

2dl de natas

300g de figo

3 folhas de gelatina

150g de açúcar

1 colher de chá de sumo de limão

1 clara de ovo

cacau para polvilhar q.b.

 

Comece por demolhar as folhas de gelatina em água fria. Leve os figos ao lume, retirando-lhes a pele com metade do açúcar, o sumo de limão e 0,5 dl de agua, até ferver e ficarem desfeitos.

Bata a clara em castelo firme e as natas com o restante açúcar noutro recipiente.  Deixe os figos arrefecerem e junte-lhes as folhas de gelatina espremidas. Depois envolva as natas e clara em castelo ao preparado dos figos. Nesta última operação, à que ter em conta a temperatura dos figos, devem estar mornos a frios, para as claras em castelo não se desfazerem.  Verta o preparado final nos recipientes e leve ao frigorifico a solidificar. Na hora de servir, polvilhe com cacau.

 



publicado por maria mendonça às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 7 de Agosto de 2011
Um Domingo muito doce... Souflé Frio

Souflé Frio Manga e Laranja

 

Estranho nome, esse de souflé frio!! Souflé frio na realidade não vai ao forno, apenas parece que foi à vista. Uma mera ilusão! A cozinha tem destas coisas... Nem tudo o que parece é! 

 

1 lata de leite condensado

1 lata de polpa de manga

1 laranja (sumo e raspa) 

2 pacotes de natas 2x200ml

6 folhas de gelatina 

 

Antes de começar, deve preparar as taças para o souflé frio, corte uma tira de papel vegetal ou folha de alumínio com cerca de 5 cm de largura e com comprimento suficiente para dar a volta ao recipiente. Enrole bem apertada à volta da forma e cole com fita cola, unte com óleo pela parte de dentro.

 

Agora que as taças estão prontas, a receita é muito simples.

Comece por colocar de molho em água fria as folhas de gelatina.

Misture a polpa da manga com o sumo da laranja e a raspa, adicione o leite condensado e as natas bem batidas. Por fim, leve as folhas de gelatina com um pouco de água ao micro ondas ou ao lume para derreterem e junte ao preparado. Encha as formas com o recheio, fazendo-o subir cerca de 2 cm no papel vegetal. Vai ao frigorifico para solidificar. No momento de servir, retira-se a papel vegetal, fazendo o efeito desejado.

 

Uma breve nota

Apesar de gostar desta receita, convém utilizar formas pequenas porque é muito forte e enche muito, mas é uma delicia. Se utilizar duas claras em castelo, ficará mais leve e mais fofo ainda.



publicado por maria mendonça às 16:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 2 de Agosto de 2011
Cheesecake com frutos vermelhos

Depois da controvérsia sobre a minha anterior receita de cheesecake (sem queijo), decidi colocar a receita do cheesecake com queijo, a anterior denominei-a de Semi-frio de iogurte, parece-me bem...

 

 

1 pacotes de natas (200ml)

2 pacotes de queijo de Philadelphia(200g cada)

100 g de açúcar (pode ser a gosto)

1 colher de café de essência de baunilha

sumo de meio limão

raspa de meio limão

10 bolachas de manteiga salgadas (bolacha maria)

100 g manteiga

 

Triture as bolachas na picadora, junte a manteiga derretida no microondas e misture tudo muito bem. Despeje este preparado numa tarteira de fundo amovível, pressionando o preparado para que fique compactado. Bata as natas com o açúcar e a baunilha e quando estiverem cremosas junte os dois pacotes de queijo. Misture tudo muito bem e junte a raspa e o sumo de limão. Despeje este preparado na tarteira em cima da bolacha e leve ao frigorífico, cerca de duas e três horas.

Nesta receita, juntei em cima um preparado de frutos vermelhos com açúcar, mas pode ser servido com compotas de mirtilos, amoras, cerejas ou ginjas etc. No final é só desenformar e servir.

 

Ao contrário dos semi-frios normais, esta receita  não necessita de nenhuma gelatina por causa da consistência do queijo. 



publicado por maria mendonça às 01:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

posts recentes

Crumble com Pêra...

Tecolameco

Pudim de Coco

Flor de Chocolate

Semifrio de Lima

Algo muito simples... que...

Folhado de figo com queij...

Strudel de Maçã com Gelad...

Bolo Nega Maluca

Crepes

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
Visitantes da Quinta
PageRank
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim