2 comentários:
De Joaquim a 15 de Junho de 2011 às 12:59
Parece simples! Ainda é mais simples do que parece.
Acredito que a felicidade, não se resume a só esses momentos. Mas também, a um sem número de outros, muito simples, que a vida nos proporciona. O difícil por vezes para muitos, será, terem a felicidade à sua frente e não a conseguirem ver.
Pois como diz Antoine:« Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos...» E decerto que sabia bem o que dizia.
Bonitos, esses pequenos Sóis, que ajudam a iluminar a sua quinta.


De maria mendonça a 16 de Junho de 2011 às 01:52
Olá Joaquim
A felicidade nasce primeiro de dentro de cada um nós e nunca no exterior... este é o nosso principal erro. Ter a felicidade à frente e não a ver, é triste mas acontece porque ver com os olhos do coração é mais difícil do que parece, mas é ele nos guia nas nossas escolhas, felizmente!
Quanto aos sóis, desconheço a planta, sei que são plantas campestres e que se fecham à noite mas durante o dia abrem as suas pétalas amarelas, sempre viradas para o sol...são engraçadas.
um abraço


Comentar post