7 comentários:
De sandrafofinha25 a 22 de Agosto de 2011 às 22:43
há de facto muitos terrenos abandonados,hoje em dia já praticamente ninguem quer saber de horta,toda a gente prefere comprar as coisas. beijinhos amiga,te espero tambem no meu delicioso cantinho,aguardo as tuas visitas e os teus comentarios.


De maria mendonça a 23 de Agosto de 2011 às 00:46
É verdade Sandra, hoje todos preferem comprar tudo feito... mas com a crise à porta, acredito que muita gente vai regressar às hortas.
Obrigada pela visita
beijos


De Bete do Intercambiando a 23 de Agosto de 2011 às 01:04
Não dá prá acreditar numa coisa destas....Gostaria de saber o que passa nas cabeças dos que fazem uma lei assim.
Aqui em minha cidade, Americana/Sp/Brasil, temos o maior orgulho e amor por nossas hortas.
Independente de condições financeiras e planos econômicos, as hortas só trazem qualidade de vida aos que dela usufruem.
Lamentável esta notícia!
Um Abraço
Bete


De maria mendonça a 23 de Agosto de 2011 às 01:23
Olá Bete
Obrigada pelo seu comentário e testemunho. É muito bom saber como se faz em países estrangeiros, para percebermos o que está errado. Está provado que manter um passatempo como jardinar ou cultivar uma horta pode ser utilizado como um antidepressivo. Neste caso com inúmeras vantagens, além de ajudar ao bem estar físico e mental das pessoas. Mas em Portugal, ainda se prefere o prozac, a ser pró-activo, infelizmente...
beijos


De Antonio a 23 de Agosto de 2011 às 20:51
A Ganancia da sociedade no seu melhor

Pelo que sei a gestão destes terrenos passou para uma empresa privada ... ou seja a a CML deixou de gastar dinheiro com recursos humanos, vai passar a receber dinheiro da dita empresa que por sua vez visa claro está o lucro e assim todos ganham !

Todos menos o povo que quer contribuir para um Portugal mais sustentável através das hortas locais biológicas

Agricultura biológica.... sustentabilidade.... melhoramento dos solos é algo a banir de Lisboa segundo a CML ... é o entendimento que fica das orientações recentes

"... quando a ultima árvore for cortada e o ultimo rio secar o homem perceberá que dinheiro não se come !... "



De maria mendonça a 25 de Agosto de 2011 às 16:44
Obrigada António pelo seu contributo. Desconhecia o motivo do aumento dos preços, mas agora com a sua informação faz algum sentido. Quando a gestão passa a ser privada, o objectivo é um único. " money make the world go round"... infelizmente, e como diz muito bem, não se come...


De Kitos a 19 de Setembro de 2011 às 17:43
Haverá alguma maneira de ocupar terrenos abandonados para cultivo e habitação simultâneos sem ter que pagar balúrdios.?


Comentar post