Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.

Domingo, 17 de Outubro de 2010
Produtos Biológicos

 

 

Mas afinal qual o significado deste símbolo?

Começa cada vez mais a aparecer nos produtos expostos nas prateleiras dos nossos supermercados é o certificado de produto biológico, utilizado a partir do dia 1 de Julho de 2010 em produtos bio produzidos nos estados membros da UE.

O que são produtos biológicos?

A existência deste símbolo no exterior das embalagens certifica o consumidor, que está a adquirir um produto produzido de forma ecológica, isto é, produzido através de boas práticas agrícolas, sem adubos nem pesticidas químicos.

Assim sendo, obtem-se um produto de maior qualidade e com preservação ambiental, saudáveis para nós e para o meio ambiente. 

 

http://www.agroportal.pt/

http://www.agrobio.pt/ 

http://www.biologicaonline.net/pt/

 



publicado por maria mendonça às 00:27
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008
Fim da normalização na UE

 

A partir do dia 1 de Julho de 2009, estas pêra já poderão estar à venda.

 

 

A Comissão Europeia propôs uma alteração das regras de normalização das frutas e legumes. Assim poderão ser postos à venda legumes e frutos não calibrados e assim os preços  poderão vir a baixar 40%, diz uma notícia do Público.

Afinal, após tanta regra, normalização de cor e tamanho, entenderam que em época de crise essas medidas não fazem sentido.  Claro que uma maçã é uma maçã, independentemente do seu aspecto.

 

No entanto a CAP (Confederação dos Agricultores de Portugal) adianta que suspeita que os preços da fruta e legumes deverão manter-se inalterados, mesmo que a Comissão Europeia suspenda a regra da calibragem. O fim da normalização poderá dificultar a vida aos produtores no estabelecimento de preços e a sua  comparação, uma vez que não haverá referencias.  E alertou para o facto que os consumidores poderão vir a ser prejudicados com produtos de outros países não normalizados.

 

Não consigo entender....

Quando a normalização chegou aos agricultores portugueses, estes reclamaram que tinham boa fruta mas que como não estaria dentro dos calibres não poderia ser colocada à venda e haveria muito desperdício e a que passava teria um preço elevado. Mas agora que toda pode ser vendida e dizem que o preço não irá baixar. Então se tudo o que será colhido das árvores for aproveitado o preço por quilograma terá de baixar. Quanto aos preços as leis da concorrência  irão estabelece-los. 

Parece-me que se estão já a aproveitar para manterem os preços altos e assim obter um maior lucro.    
 

 

 

 

 


 



publicado por maria mendonça às 09:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 9 de Outubro de 2008
Hortas em Guimarães

Continuando a defender a ideia da construção de hortas perto dos grandes centros populacionais, divulgo hoje a iniciativa  da Câmara de Guimarães em  oferecer hortas para que os habitantes cultivem alimentos biológicos. 

 “A câmara decidiu fazer uma horta pedagógica e biológica nos terrenos não cultivados para permitir uma maior educação ambiental mas também para que os habitantes da cidade possam cultivar produtos para depois consumir”, referiu o vereador da autarquia.

Esta iniciativa está integrada no projecto HiperNatura  do Continente, e tem como objectivo  recuperar, edificar e modernizar espaços verdes de várias cidades de Portugal onde existam hipermercados da marca. Além de Guimarães estão associadas a este projecto as seguintes autarquias: Albufeira, Amadora, Cascais, Covilhã, Coimbra, Leiria, Lisboa, Loures, Maia, Matosinhos, Ovar, Porto, Portimão, S. João da Madeira, Seixal, Viana do Castelo, Vila Nova de Gaia, Vila Real e Viseu.

Realmente, é verdade as pessoas não imaginam o bem que faz cultivar um canteiro ou simplesmente umas plantinhas em vasos, é uma verdadeira terapia. Em vez de passarem horas no divã do psiquiatra, enterrados em depressões e comprimidos, o melhor é comprar uns vasinhos, uns bolbos (começa a ser a época), plantá-los, regá-los e cuidar deles. 
 

Um facto curioso é que os 25 candidatos a estas parcelas de terreno maioritariamente  são contabilistas. Será esta profissão assim tão stressante?

 

Ver notícia do Público


 

 



publicado por maria mendonça às 18:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 16 de Setembro de 2008
Louva-a-Deus

 

 

Encontrei este Louva-a-Deus pousado numa magnólia.  Por vezes só descubro a beleza das criaturas mais pequenas quando as fotografo, este foi um dos casos. Depois de a ver corri a casa  para pegar a máquina e depois através da objectiva percebi a beleza e a pose fotogénica deste insecto. A sua cabeça triangular e os seus olhos virados para a máquina, fizeram dele um belo modelo.

O nome popular deste insecto deve-se  ao facto de que quando está pousado a sua posição faz lembrar uma pessoa a rezar.

Para mim que evito ao máximo a utilização de pesticidas, estes insectos são muito bem-vindos, pois têm um apetite grande por moscas e afídeos, e assim controlam as pragas do meu  jardim.

 

              

 

 

 

 



publicado por maria mendonça às 10:36
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008
Arca de Noé das Plantas

O Projecto "Arca de Noé das Plantas" tem como objectivo a preservação das espécies existentes e poder restabelecer a biodiversidade na Terra,  em caso de catástrofe global.

"A Arca" vai guardar amostras de cada espécie existente em todo o Mundo e Portugal já contribui 793 espécies para a colecção.

O projecto pertence ao Governo Norueguês e custou mais de 6 milhões de euros, foi construído no Árctico a 120 metros de profundidade. As espécies poderão ser guardadas durante centenas de anos.

Esperemos que nunca venham a ser utilizadas!



publicado por maria mendonça às 11:05
link do post | comentar | favorito

posts recentes

Produtos Biológicos

Fim da normalização na UE

Hortas em Guimarães

Louva-a-Deus

Arca de Noé das Plantas

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
mais sobre mim