Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.

Terça-feira, 18 de Junho de 2013
Lá fora...

Ainda continuando, o meu post anterior e desviando-me um pouco da linha habitual deste blog...

A luta dos professsores passou fronteiras...

 

Agência Reutes: "Portuguese teachers boycott exams in anti-austerity strike"

El País: "Uno de cada tres alumnos portugueses se queda sin Selectividad por la huelga"

L´1fo: "Pas de bac pour les profs"

My Europ: "Les enseignants portugais font la grève des examens"



publicado por maria mendonça às 12:49
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 17 de Junho de 2013
Um dia triste, dia de greve...

É com uma enorme tristeza que vejo que chegamos ao fim da linha, a última batalha, uma greve de professores num dia de exames nacionais...

Analisando os acontecimentos dos últimos dias, percebo que esta greve, já não é simplesmente, um greve de professores, transformou-se em algo maior... é uma luta por um futuro de um país, que reside na esperança que depositamos nestes alunos, nos alunos que formamos, todos os dias em sala de aula...
Ouço, o Ministro Nuno Crato mencionar que fazemos dos alunos reféns, que os prejudicamos com greve neste dia.

Mas gostava de o questionar e onde esteve a preocupação dele quando aumentou o número de alunos por turma? E deixou milhares de professores no desemprego, necessários em sala de aula?

Quando encerrou escolas, obrigando os alunos a fazer quilómetros para se deslocarem, afastados das suas famílias?

Quando alterou a carga horária das disciplinas e manteve os programas?

Quando reduziu os apoios pedagógicos aos alunos com dificuldades de aprendizagens e do ensino especial?

Quando reduziu o número de psicólogos na escola?

Quando criou mega-agrupamento, que de escola pouco têm?

Quando cortou na acção social e nos passes, quando as famílias estão no desemprego?

Quando reduziu o número de funcionários por 100 alunos?

Quando terminou com o programa de apoio a matemática PAM e de Leitura Ler+?

 

Posto isto, quem fez dos alunos reféns? Nós, os Professores ou o Ministério? Com a justificação da reforma e da crise, utiliza todos as formas para reduzir despesas, sem olhar a meios. Onde estavam os defensores dos alunos, a quando da aprovação destas medidas?

Na verdade, a educação é uma área muito sensível, é nela que está centrada a democracia e a possibilidade do desenvolvimento. Uma nação com um nível de literacia baixo, é extremamente permeáveis ao processo de manipulação pelo poder politico, influenciam as pessoas como devem pensar... Sem educação de qualidade, nunca seremos uma nação, sem educação só a tirania e a corrução vencerá, ninguém quer esse futuro para Portugal. A educação é a arma mais poderosa que se pode usar para mudar o mundo, disse Nelson Mandela.

A greve é por tudo isto, em defesa da escola pública, dos alunos, do futuro do país, dignidade da profissão e uma qualidade do ensino público.

Lutaremos juntos amanhã!

.



publicado por maria mendonça às 10:15
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Sexta-feira, 7 de Junho de 2013
Educação em greve...

 

O público em geral, pode até não entender, mas é pelos alunos e por uma escola pública de qualidade que fazemos esta greve. E ao contrário, do que diz Cavaco Silva não tratamos os alunos como reféns. A greve às avaliações e aos exames, é o fim da linha, a última medida... É um dia triste:( Felizmente, alguns Encarregados de Educação entendem-nos, os que conhecem a escola por dentro, os que entendem que a escola não pode ser um depósito de crianças... A escola actual, não é a escola onde sonhei ensinar e formar jovens... As recentes notícias são a prova de que algo vai mal e temos o dever e a obrigação de lutar por uma educação melhor.  Professores, alunos e pais, todos juntos por um bem maior!

Por uma Escola Pública de qualidade, iremos onde tivermos que ir. Por uma escola melhor do que esta, eu vou até onde for necessário. Os meus alunos merecem e o país precisa! 

Cada dia que passa mais tenho orgulho na minha profissão, somos Professores com P grande. Somos dignos e corajosos! Professores para toda a vida!



publicado por maria mendonça às 10:30
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

Quarta-feira, 5 de Outubro de 2011
Dia Mundial do Professor - 5 de Outubro

Ser professor é ser artista,

Malabarista, pintor,

Escultor, doutor,

Musicólogo, psicólogo...

É ser mãe, pai, irmã e avó,

É ser palhaço, estilhaço,

É ser ciência, paciência...

É ser informação, é ser acção.

É ser bússola, é ser farol.

É ser luz, é ser sol.

Incompreendido?...

Muito.

Defendido? Nunca.

O seu filho passou?...

Claro, é um génio.

Não passou?

O professor não ensinou.

 

Ser professor...

É um vício ou vocação?

É outra coisa...

É ter nas mãos o mundo de AMANHÃ

 

AMANHÃ os alunos vão-se...

E ele, o mestre,

De mãos vazias,

Fica com o coração partido.

Recebe novas turmas, 

Novos olhinhos ávidos de Cultura

E ele, o professor,

Vai despejando com toda a ternura,

O Saber, a Orientação nas cabecinhas novas

Que amanhã luzirão no firmamento da Pátria.

 

Fica a saudade... a Amizade.

O pagamento real?

Só na eternidade.

 

autor desconhecido

 

 

Dedicado a todos os professores,  apesar dos difíceis tempos pelos quais passamos, nunca desistiremos, temos uma das profissões mais nobres, formamos a Amanhã. 



publicado por maria mendonça às 10:00
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009
Uma aventura no Ministério da Educação...

No Circo de Pulgas

http://circodepulgas.blogs.sapo.pt/

 



publicado por maria mendonça às 23:47
link do post | comentar | favorito

Manifesto: A escola não pode esperar mais

Manifesto já noticiado pelo Jornal Público.

 

FORÇA colegas, somos muitos e não desistimos nunca dos nosso sonhos, uma Escola Pública de Qualidade.

 

O actual modelo de avaliação de professores e a divisão arbitrária da carreira em duas categorias criaram o caos nas escolas. A burocracia, a desconfiança e o autoritarismo jogam contra a melhoria das aprendizagens e contra a dedicação total dos professores aos seus alunos. Quem perde é a escola pública de qualidade.

Este ambiente crispado e negativo promete agudizar-se nas próximas semanas. Com efeito, até ao dia 31 de Outubro, se até lá nada for feito, as escolas estão obrigadas por lei a fixar o calendário da avaliação docente para o ano lectivo que agora começou. Pior ainda, sucedem-se os Directores que teimam em recusar avaliar os docentes que não entregaram os objectivos individuais, aumentando a instabilidade e a revolta.

Independentemente das alternativas que importa construir de forma ponderada, é urgente que a Assembleia da República decida sem demoras parar já com as principais medidas que desestabilizaram a Educação, sob pena de arrastar o conflito em cada escola e nas ruas.

Porque a escola não pode esperar mais, os subscritores deste manifesto apelam à Assembleia da República que assuma como uma prioridade pública a suspensão imediata do actual modelo de avaliação de professores, a revogação de todas as penalizações para os que não entregaram os objectivos individuais e o fim da divisão da carreira docente. Sem perder mais tempo.

Não podemos esperar mais. A Educação também não.

 

Subscrevem:

Os blogues:

A Educação do Meu Umbigo (Paulo Guinote),

ProfAvaliação (Ramiro Marques),

Correntes (Paulo Prudêncio),

(Re)Flexões (Francisco Santos),

Outròólhar (Miguel Pinto),

O Estado da Educação (Mário Carneiro),

O Cartel, Octávio V Gonçalves (Octávio Gonçalves)

 

Os movimentos:

APEDE (Associação de Professores em Defesa do Ensino),

MUP (Movimento Mobilização e Unidade dos Professores),

Promova (Movimento de Valorização dos Professores),

MEP (Movimento Escola Pública)

 

 



publicado por maria mendonça às 01:31
link do post | comentar | favorito

Sábado, 17 de Outubro de 2009
Tantos e tão poucos...

 

 

 

Apesar de tudo, continuamos a dar o melhor de nós todos os dias e  nunca desistimos!

 



publicado por maria mendonça às 09:30
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 1 de Setembro de 2009
No Circo...

"Promessas leva-as o vento!"

 



publicado por maria mendonça às 23:02
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2008
Eu já encomendei

 

Eu já encomendei o livro feito pelo colega Antero Valério com os cartoons mais divertidos dos últimos tempos caricaturando a vida dos professores.

Comecei por receber os cartoons por mail e rapidamente começaram a correr o país. Mais tarde descobri o blog e passei a deliciar-me todos os dias. Cada vez que o visito é sempre um momento pura descontracção e muita boa disposição.  

Se quiserem encomendar é só seguir as recomendações.

 



publicado por maria mendonça às 22:48
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008
Agressão à Ministra Chilena

 

O modelo de avaliação que o Ministério quer implementar foi copiado do modelo chileno, certamente já ouviram falar.  Ao navegar pela net, "tropecei" neste vídeo, uma agressão à Ministra Chilena por parte de uma aluna.

Depois dos ovos, já só falta a água... Mais vale ver.

 

 

 

 

O vídeo deixa transparecer o descontentamento geral que reina no Chile, tanto por parte dos alunos como dos professores.

Quem quer esta escola? Vamos deixar que a nossa escola chegue a este ponto? A quem interessa uma escola pública degradada?  Aos particulares, certamente...

 

 

 



publicado por maria mendonça às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Está nas nossas mãos!

 

 

 

PROFESSORES LUTAM PELA DIGNIFICAÇÃO DA SUA PROFISSÃO

E EM DEFESA DA ESCOLA PÚBLICA!

 

Colegas, chegou mais um dia de luta, está nas nossas mãos.

Eu vou fazer! Vou de luto, para combinar com o meu espírito interior. Este dia de greve será diferente dos anteriores, mesmo sem apoio dos sindicatos, já estão organizadas as faixas e fizeram-se contactos para divulgarmos as nossas posições, medos e angústias. O dia não será passado em casa, mas comecerá bem cedo, 8h25m (hora da minha primeira aula) com a concentração dos professores junto ao portão da escola. Estou certa que a adesão será de quase 100% na minha escola, e muitas escolas fecharão. 

Por uma Escola  Pública de qualidade, iremos onde tivermos que ir.  Por uma escola melhor do que esta, eu vou até onde for necessário. Os meus alunos merecem!

Uma palavra de apoio ao Conselhos Executivos que têm dado a cara pelos colegas. Tiveram a coragem que a muitos faltou, são a nossa estrela guia.

Cada dia que passa mais tenho orgulho na minha profissão, somos Professores com P grande.

Somos dignos e corajosos! Professores para toda a vida!




 

 



publicado por maria mendonça às 00:47
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008
O Natal que eu quero

O Natal que eu quero de Daniel Sampaio, via Ondas3.



publicado por maria mendonça às 23:05
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008
Avaliação Simplex

Sócrates convocou hoje um  Conselho de Ministros extraordinário sobre a avaliação. Como este governo é o do simplex,  cá está a avaliação simplex.

 

Aqui, ficam as simplificações:
os resultados dos alunos não entram como parâmetro de avaliação,
as grelhas de registo serão simplificadas,
se o avaliador não for da nossa área cientifica podemos requerer um da nossa área,
só vão existir duas aulas observadas, a pedidos do professor e só para classificações de muito bom ou excelente.
 A Ministra informou também  que  vai convocar novamente os sindicatos para uma reunião.
 
Desta vez a Ministra não apareceu na conferência de imprensa sozinha, mas com alguém que estava pronto a ir em seu socorro, caso fosse necessário. Analisando as alterações, concluo que  no fundo ficou tudo na mesma, mas perante a opinião pública passa a mensagem que ela até quer dialogar, modificar e são os sindicatos, malvados, que abandonaram a sessão, ontem. 
Mais uma operação de cosmética e de marketing  político.
 


publicado por maria mendonça às 18:58
link do post | comentar | favorito

A Ministra no seu melhor!

 

 

 

 

Já conhecia o video, mas hoje lembrei-me dele. Na altura que o vi pela primeira vez, não gostei nada da atitude da Sr.ª Ministra e questionei-me se qualquer outro professor reagiria da mesma forma.  Apesar dos assobios dos alunos, um professor que se digne, dá o exemplo e nunca responde aos alunos com o mesmo comportamento.

Já me parecia naquela altura, que ela não era flor que se cheire, mal eu sabia o que ainda viria.

Comporta-se tal e qual os maus alunos. Teimosa, arrogante e só quer vencer a dela. Parece que quer dialogar mas no fundo quer é dobrar os outros, mantendo a sua determinação.

Sr.ª Ministra, dar retoques no modelo nesta altura, já é tarde, deveria ter-nos ouvido antes.

Se não fosse a sua teimosia, a sua vida andaria muito mais calma...



publicado por maria mendonça às 10:19
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008
Ontem, a Ministra na TV

Admito que os meus fieis leitores devem andar desiludidos, pois ultimamente neste blog onde antes se falava de jardim, plantas, ambiente e receitas, agora está mais virado para a educação e a política. Eu bem tento controlar-me para não escrever nada sobre esses temas, mas sendo professora extremamente atenta e critica de tudo o que me rodeia, tem sido dificil passar ao lado sem comentar nada. Até porque sendo professora, entendo facilmente cada vez que a Ministra fala a verdade e cada vez que fala mentira. Como diz o ditado "quem não se sente, não é filho de boa gente."

 

Vi a Ministra na conferência de impressa ontem à noite. Foi triste, vê-la naquela situação, zangada com os jornalistas, desgastada, mantendo o mesmo discurso tipo monólogo. Acho que até ela não merecia o que lhe anda a acontecer, mas foi ela que quis assim. Reconheço que a vida dela deve ter sido dura nestes últimos dias e o futuro não sei se será melhor. De todo o discurso reti a última parte: " a ministra quer garantir às escolas e aos portugueses, que a avaliação de desempenho dos professores este ano se fará."

Nunca imaginei que a sua única preocupação fosse essa. Ainda se fosse garantir uma escola e uma educação de qualidade aos alunos, mas garantir que a avaliação se faz, parece-me sem nexo quando a luta é por muito mais do que isso. Quer resumir este braço de ferro à avaliação. É um erro crasso. 

 

 



publicado por maria mendonça às 12:54
link do post | comentar | favorito

posts recentes

Lá fora...

Um dia triste, dia de gre...

Educação em greve...

Dia Mundial do Professor ...

Uma aventura no Ministéri...

Manifesto: A escola não p...

Tantos e tão poucos...

No Circo...

Eu já encomendei

Agressão à Ministra Chile...

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim