Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.

Sexta-feira, 16 de Agosto de 2013
Sementes de camélia
Será que esta camélia está a dar maçãs?!

 

Claro que não... Estas "bolinhas" são sementes de camélia, nesta camélia nasceram imensas, ainda nunca tinha acontecido. Parecem umas pequenas maçãs verdes.

Habitualmente, a "reprodução" das camélias é feito por estacas, só se utilizam as sementes para se conseguirem novas espécies. As plantas produzidas por semente, não serão uma cópia da "árvore mãe", deverá ter flores diferentes e mais singelas. 

Mas já que apareceram, vou experimentar. 

Primeiro, estas sementes têm de estar castanhas, isso só vai acontecer pelo Outono. Por isso, esperaremos...

Se alguém tiver dicas, como fazer, agradeço :) 

 



publicado por maria mendonça às 10:58
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 16 de Agosto de 2011
Jardins verticais e coberturas

Sempre defendi que as nossas cidades devem ser mais verdes. Estas devem ser dotadas de mais espaços verdes, sejam eles, jardins e parques, jardins exteriores, interiores, paredes verdes, coberturas verdes etc. Além de diminuir o impacto visual das estruturas de cimento, benificiam o nosso ambiente, o nosso bem estar e acredito que aumenta a nossa felicidade. Infelizmente, durante décadas os arranjos urbanísticos foram completamente descurados e existiam inúmeros concelhos sem PDM, ou com PDM completamente desadequados com o crescimento demográfico. Acredito que estamos a entrar numa era de mudança, fruto de uma geração mais atenta ao meio ambiente e ao bem estar do ser humano. A realização de um jardim vertical,  uma cobertura verde, ou mesmo um jardim interior não é tão fácil quanto parece à primeira vista. Para a execução de qualquer um destes jardins há necessidade de conhecer as espécies de plantas, as estruturas, a impermeabilização necessária, a irrigação... etc.

 

Neste sentido, divulgo um curso dirigido a arquitectos/arquitectos paisagistas, urbanistas, técnicos da área do projecto de jardins, empresas de construção de jardins, estudantes de arquitectura/arquitectura paisagista, projectistas, designers e decoradores.

Estes cursos são organizados pelo Jornal Arquitecturas , a realizar em Lisboa e Porto, no mês de Outubro, com o apoio da Monteiro e Ricou, empresa de horticultura e jardinagem  e com os arquitectos Luís Paulo Ribeiro e Catarina Viana, da Topiaris e o engenheiro Diogo Ricou, da Monteiro e Ricou, serão os formadores em novas técnicas, métodos de projectar e instalação de jardins.

 

 



publicado por maria mendonça às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 5 de Outubro de 2010
Receitas contra o pulgão nas roseiras

Quem tem roseiras, certamente já se deparou  com este problemas, as plantas cheias de pulgões.  Existem no mercado muitos produtos indicados para este problema, mas também há quem queira uma solução mais caseira e mais amiga do ambiente. Aqui, ficam as minhas sugestões.

 

Mistura de óleo e sabão

Uma mistura de uma parte óleo de cozinha com uma parte de sabão líquido e cinco partes de água.Aplicar apenas com a temperatura abaixo dos 30ºC.

 

Mistura a partir de urtigas.

Colocar 500 gramas de urtiga fresca em 10 litros de água por dois dias ou então deixar curtir por quinze dias.
aAprimeira forma de preparo para aplicação imediata sobre as plantas atacadas. A segunda, deve ser diluída, sendo uma parte da solução concentrada para 10 partes de água.

 

Uma solução que experimentei e que me parece estar a dar resultados, é plantar no meio das roseiras alzema ou lavanda. O problema é que ela necessita de ser muito podada porque tem crescido muito, mas essas roseiras este Verão não tiveram pulgões.

 



publicado por maria mendonça às 16:04
link do post | comentar | favorito

Domingo, 28 de Fevereiro de 2010
Poda tardia

Este ano tudo está atrasado, com este tempo não estou com vontade para o jardim. São Pedro esqueceu-se de fechar a torneira e vamos necessitar da Arca de Noé para conseguir sobreviver.

A verdade é que com vontade ou sem ela, lá tive que podar as hidrângeas, já com rebentinhos o que é pena! Fiz ainda umas estacas para aproveitar alguns rebentos. Qualquer dia coloco as fotos.

 

 

Muito se fala da poda desta planta, os jardineiros efectuam-na logo em Novembro, Dezembro antes da queda da folha, para depois não terem tanto trabalho. Eu costumo deixar cair a folha e só depois das geadas mais fortes passarem é que as podo, normalmente  as folhas caídas protegem-na das geadas. 

Quanto à poda, também existe muita divergência, uns cortam tudo em baixo mas o que acontece é que a planta nasce com todas as hastes novas mas sem flor. Eu só corto por baixo as hastes que têm dois anos ou que atrapalhem o crescimento de novos, ficando cruzados, doentes, etc. Até agora tenho tido muitas flores.

Este método encontrei-o no Portal do Jardim depois de muito procurar, pois quando chegou a altura também não sabia como fazê-lo.

 

  

 



publicado por maria mendonça às 01:29
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010
Poda das Roseiras

Uma poda feita um pouco tarde, mas este foi o fim de semana da poda das roseiras. Deveria ter sido antes, pois existem já rebentos novos que não vão ser aproveitados.

Não é necessário nenhum jardineiro mas é preciso ter alguns cuidados. Aqui, deixo um vídeo para quem necessitar de ajuda.

 

 

 



publicado por maria mendonça às 12:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

posts recentes

Sementes de camélia

Jardins verticais e cober...

Receitas contra o pulgão ...

Poda tardia

Poda das Roseiras

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
All recipes are on Petitchef Top blogs de receitas


mais sobre mim