Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.

Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009
Poupa

Hoje, presentei-o-vos com uma das aves que eu considero mais bonitas da Quinta. Elegantes e com um porte majestoso, aprenderam a conviver com os humanos e até com a cadela. Cada vez estão mais sociáveis e toleram a presença das pessoas até uma certa distância.

 

 

Esta é a  Poupa (Upupa sp.) é o nome comum dado às três espécies de aves upupiformes pertencentes à família Upupidae e género Upupa. Em Portugal, a poupa pode ser observada em todo o território continental e no arquipélago da Madeira. Sabe-se que algumas populações são nómadas, mas o seu estatuto de ave residente ou migratória é ainda indefinido.

A poupa é uma ave de médio porte, com 25-27 cm de comprimento, cerca de 50 cm de envergadura e cauda relativamente longa. A plumagem é acastanhada, sendo as asas pretas e brancas e a cauda preta. A poupa ponteaguda que lhe dá o nome é bem visível quando erecta. O bico é longo e recurvado e as patas são acinzentadas e curtas. O seu canto é um característico hoop-hoop-hoop que pode ser repetido ao longo de vários minutos.

 A poupa alimenta-se de insectos e suas larvas, bem como de minhocas e outros anelídeos terrestres, pequenos anfíbios e por vezes pequenas cobras. Embora prefira alimentar-se no solo, é também capaz de caçar insectos em voo.

O estado de conservação da poupa é seguro, mas a espécie encontra-se em regressão na Europa. No último século desapareceu da Suécia, Holanda, Bélgica e grande parte da Alemanha, sobretudo devido à alteração das práticas agrícolas e à introdução do uso de insecticidas.

(fonte: wikipedia)

 

Saber mais : http://www.avesdeportugal.info/upuepo.html

 



publicado por maria mendonça às 09:06
link do post | comentar | favorito

posts recentes

Poupa

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
mais sobre mim