Segue o teu destino. Rega as tuas plantas. Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias.

Terça-feira, 16 de Agosto de 2011
Jardins verticais e coberturas

Sempre defendi que as nossas cidades devem ser mais verdes. Estas devem ser dotadas de mais espaços verdes, sejam eles, jardins e parques, jardins exteriores, interiores, paredes verdes, coberturas verdes etc. Além de diminuir o impacto visual das estruturas de cimento, benificiam o nosso ambiente, o nosso bem estar e acredito que aumenta a nossa felicidade. Infelizmente, durante décadas os arranjos urbanísticos foram completamente descurados e existiam inúmeros concelhos sem PDM, ou com PDM completamente desadequados com o crescimento demográfico. Acredito que estamos a entrar numa era de mudança, fruto de uma geração mais atenta ao meio ambiente e ao bem estar do ser humano. A realização de um jardim vertical,  uma cobertura verde, ou mesmo um jardim interior não é tão fácil quanto parece à primeira vista. Para a execução de qualquer um destes jardins há necessidade de conhecer as espécies de plantas, as estruturas, a impermeabilização necessária, a irrigação... etc.

 

Neste sentido, divulgo um curso dirigido a arquitectos/arquitectos paisagistas, urbanistas, técnicos da área do projecto de jardins, empresas de construção de jardins, estudantes de arquitectura/arquitectura paisagista, projectistas, designers e decoradores.

Estes cursos são organizados pelo Jornal Arquitecturas , a realizar em Lisboa e Porto, no mês de Outubro, com o apoio da Monteiro e Ricou, empresa de horticultura e jardinagem  e com os arquitectos Luís Paulo Ribeiro e Catarina Viana, da Topiaris e o engenheiro Diogo Ricou, da Monteiro e Ricou, serão os formadores em novas técnicas, métodos de projectar e instalação de jardins.

 

 



publicado por maria mendonça às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 4 de Julho de 2008
Ainda os sacos plásticos...


Em jeito de continuação deste post publicado à uns meses e retomando a história dos sacos de plástico, li no Público que  PS anuncia a intenção de legislar redução do uso de sacos de plástico. Mas o estranho é que o PS foi o único partido que não apresentou nenhum projecto para a redução na utilização de sacos de plástico. Atendendo à  quantidade de sacos que entra nas casas dos consumidores em geral  e sabendo das centenas de anos  que demoram a decompor-se, não está na altura de unir esforços em fazer alguma coisa? Será esta a herança que queremos deixar às gerações vindouras?

Porque razão se fala disto à tanto tempo e parece que todos têm boa vontade mas nunca passa disso? 

 

"Com os elevados preços do petróleo, o mundo não se pode dar ao luxo de não se tornar 'verde'".
Rajendra Pachauri, presidente do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas,
 



publicado por maria mendonça às 10:03
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 12 de Março de 2008
Reciclar pode fazer toda a diferença

Uma nova campanha  da Sociedade Ponto Verde está a chegar!

Esta campanha pretende continuar a educar e informar as pessoas sobre o porquê de reciclar e de como fazê-lo correctamente.

 

Sabia que, apenas:

  •  63% da população faz separação de lixo;
  • 12% separa na totalidade o lixo;
  • 46% recicla latas de bebida;
  • 23% recicla latas de conserva;
  • 28% recicla embalagens de iogurte.

Por isso, latas de bebidas, latas de conservas e iogurtes devem ir para dentro do ecoponto amarelo!

 

 E já agora alguns conselhos de forma a tornar o processo de reciclagem mais eficiente:

  • Escorra e despeje todo o conteúdo das embalagens;
  • Quando possível, espalme-as para ocuparem menos espaço em casa, facilitar o seu transporte e diminuir o número de deslocações ao ecoponto;
  • Para evitar maus cheiros pode passar por água algumas embalagens;
  • Deposite no ecoponto o saco que usou para transportar as embalagens usadas. 

 

Afinal, separar é um pequeno gesto, mas faz toneladas de diferença.

 

 

 



publicado por maria mendonça às 11:00
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008
Arca de Noé das Plantas

O Projecto "Arca de Noé das Plantas" tem como objectivo a preservação das espécies existentes e poder restabelecer a biodiversidade na Terra,  em caso de catástrofe global.

"A Arca" vai guardar amostras de cada espécie existente em todo o Mundo e Portugal já contribui 793 espécies para a colecção.

O projecto pertence ao Governo Norueguês e custou mais de 6 milhões de euros, foi construído no Árctico a 120 metros de profundidade. As espécies poderão ser guardadas durante centenas de anos.

Esperemos que nunca venham a ser utilizadas!



publicado por maria mendonça às 11:05
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008
Edifício como organismo vivo

 

 

 

Já alguém pensou em ver um edificio como sendo um organismo vivo e não apenas cimento?

Pelos visto sim, num  bairro  Seoul, encontra-se uma loja onde o próprio edifício é um orgnismo vivo. Neste caso uma planta chamada Pachysandra terminalis, que é um herbáceo perene que literalmente cresce nas paredes.

Fantástico, assim as nossas cidades seriam bem mais bonitas... 

 

(a saber mais no Portal do Jardim)

 

 

 



publicado por maria mendonça às 11:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 16 de Fevereiro de 2008
O futuro é já hoje...

Isto do aquecimento global está mais próximo do que as pessoas alguma vez imaginaram. Ao ver o noticiário da Sic hoje, ouvi algo que me chamou a atenção. Por causa da falta de chuva, as bacias hidrográficas estão em baixo, isto é, não há água.  Barcelona prepara-se para ser abastecida por navios tanque. Desde os tempos de escola que sempre ouvi dizer que era preciso poupar água, que a água é um bem escasso e que na maioria das vezes é mal utilizada e desperdiçada. Sempre achei que isso não seria para a minha geração mas para as gerações futuras só que pelos visto isso já está acontecer. 

 

Por isso deixo aqui o alerta:

quando lavarem os dentes e lavarem a louça fechem a torneira, 

passem a tomar duche,

lavem o carro com um balde e não com a mangueira,

utilizem a máquina da louça e roupa sempre com carga máxima,

antes de plantarem relvado, pensem duas vezes.

 

Façam isso por mim...

Eu agradeço, já hoje! Obrigada.

 

 

(imagem retirada do blog: Change the World no Sapo)

 



publicado por maria mendonça às 20:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
Sabia que...

... a média de utilização de uma saco de plástico é de 12 minutos e que demora centenas de anos a decompor-se?

Como é possivel que sabendo isto, continuemos a utilizar sacos e sacos de plástico? Basta reparar num grande superficie durante o fim de semana, para nos darmos conta da quantidade de sacos utilizados que mais tarde irão parar ao lixo.

O governo chinês proibiu a distribuição gratuita de sacos plásticos a partir de 01 de Junho para reduzir o desperdício e a poluição, e em Portugal o que fazemos?

O governo recuou na cobrança de 5 cêntimos, porque já existia uma taxa paga à Sociedade Ponto Verde por cada saco,  e  continua a estudar medidas alternativas à utilização do saco de plástico. Da última vez que estive no estrangeiro, há quatro anos, já não se utilizavam os vulgares sacos, todos tinham sacos de plástico grandes, mais resistentes e reutilizáveis onde se colocavam as compras que depois eram descarregadas em casa e os sacos guardados para as próximas compras. Esses sacos eram pagos e quando se deterioravam os hipermercados trocavam-os por novos.

 



publicado por maria mendonça às 11:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008
Portugal é o 18.º país que mais respeitam o ambiente
Quem diria?
Portugal é o 18.º país de uma lista de 149 que mais respeita o ambiente. Portugal ficou à frente de países como Itália, Dinamarca, Espanha ou Holanda.

 O estudo utilizou parâmetros distribuídos por várias categorias, tais como: poluição do ar, recursos de água,  alterações climáticas, etc que serviram para avaliar a qualidade ambiental e a o ecossistema de cada país. O 1º lugar é ocupado pela Suiça.

http://www.destak.pt/artigos.php?art=7452



publicado por maria mendonça às 22:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008
10 Hábitos pelo meio ambiente...

O que se faz na Quinta pelo meio ambiente?

Hoje comecei por pensar que hábitos tinhamos antes e que foram sendo alterados em prol do meio ambiente... Inicialmente de nada me lembrava, pois já estão muito enraizados mas aos poucos começaram a surgir as ideias. Realmente, depois da mudança de casa e com o maior contacto com a natureza, alguns hábitos foram alterados:

 

1-Utilizamos quase sempre pilhas recarregavéis.

2-O banho passou a ser sempre um rápido duche.

3-Toda a erva cortada do jardim, assim como alguns detritos da cozinha vão para compostagem.

4-Separamos o lixo: plástico, cartão e vidro etc.

5-As lâmpadas passaram a ser economizadoras.

6-Compramos sempre  recargas para o detergente da máquina de lavar  roupa, etc, pena que poucas marcas as tenham.

7-Nas compras damos preferência a vegetais que não estejam pré-embalados.

8- Na compra de qualquer produto temos em  atenção toda a embalagem que o acompanha.

9- Fechamos a torneira quando lavamos os dentes.

10- As máquinas da louça e roupa são usadas sempre com a carga máxima e em programas eco.

 

 

Se todos nós contribuirmos um pouco, o ambiente agradece! E afinal não custa nada...



publicado por maria mendonça às 11:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008
Aqui está uma boa ideia....

Já tinha ouvido falar desta iniciativa mas só hoje tive oportunidade de saber mais sobre ela.

A Resioeste, uma empresa de tratamento de resíduos da região do Oeste vai distribuir pelos agregados familiares, compostadores. 

Tendo em conta que o lixo está aumentar,  levar a população a reciclar parte do seu lixo é uma boa iniciativa. O processo de compostagem consiste em transformar alguns restos de comida, relva e folhas em adubo orgânico. Assim conseguem diminuir o lixo que vai para os aterros e transformá-lo em adubo para as plantas.

Para mim isto não é novidade, visto que esse hábito já existe cá na Quinta, tudo o que serve para a compostagem é colocado na caixa existente no jardim. E sem dúvida que a quantidade de lixo reduziu e as plantas agradeceram. Gostava de ver esta iniciativa alargada a todo país, o ambiente agradecia.

São pequenos gestos no nosso dia-a-dia que contribuem para a protecção do ambiente.



publicado por maria mendonça às 22:21
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008
Blog Qdm

Blog da Quinta do Moinho
Sigo este blog já algum tempo, por vezes parece que conheço todos os problemas e alegrias com que se deparam todos os dias.
Viver no meio da natureza por vezes tem privilegios que compensam todos os trabalhos.
 
 http://www.llema.com/blog/


publicado por maria mendonça às 21:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

posts recentes

Jardins verticais e cober...

Ainda os sacos plásticos....

Reciclar pode fazer toda ...

Arca de Noé das Plantas

Edifício como organismo v...

O futuro é já hoje...

Sabia que...

Portugal é o 18.º país qu...

10 Hábitos pelo meio ambi...

Aqui está uma boa ideia.....

pesquisar
 
subscrever feeds
tags

todas as tags

arquivos
links
mais sobre mim